scorecardresearch ghost pixel



Brasileiros têm R$ 10 mil para receber e não sabem; entenda o porquê

Muitos brasileiros possuem mais de R$ 10 mil para receber recorrentes do valores esquecidos.



O Sistema Valores a receber do Banco Central foi um dos assuntos mais falados no Brasil desde seu lançamento, no entanto, muitos brasileiros ainda não sabem como a plataforma funciona. Apesar da maior parte das pessoas físicas e jurídicas terem quantias pequenas disponíveis, algumas podem sacar bastante dinheiro.

Veja também: Dinheiro ‘esquecido’: brasileiros têm R$ 10 mil ou mais a receber e não sabem

Conforme dados revelados pelo Banco Central – BC -, cerca de 37 mil cidadãos têm entre R$ 10 mil e R$ 100 mil para receber parados em instituições financeiras. Para os outros 1,3 mil usuários, o saldo acumulado chega em R$ 100 mil.



Em relação às datas da consulta dos valores esquecidos, elas começaram no dia 14 de fevereiro, e o sistema entrou em sua primeira fase no dia 7 de março. Em geral, cerca de de R$ 8 bilhões serão devolvidos, aproximadamente metade desse valor em cada etapa do sistema.

Consulta de valores

Desde o dia 2 de maio, no entanto, a plataforma está fora do ar para que as consultas possam ser realizadas. O que aconteceu, na verdade, foi que o programa foi afetado pela greve dos servidores do Banco Central, que fez com que alguns atrasos fossem provocados no serviço da autarquia.

A partir da próxima fase, fica extinta a necessidade de agendamento para a transferência dos valores, isso significa que o usuário poderá solicitar a transferência já na primeira consulta. Veja como fazer:

  • Entre no site valoresareceber.bcb.gov.br;
  • Faça login com as credenciais do portal Gov.br;
  • Digite o CPF ou CNPJ e a data de nascimento ou de criação da empresa;
  • Confira o saldo e prossiga com o resgate.


Prazo para sacar os valores

De acordo com o Banco Central, os esquecidos podem ficar tranquilos porque terão uma nova oportunidade para realizarem o resgate do valor, afinal, não existe um prazo limite para que os valores sejam sacados.

Além disso, ao perder a chance da repescagem, o cidadão poderá consultar e solicitar o resgate a partir da nova liberação. Vale destacar ainda que o dinheiro não vai sumir, nem deixará de ser pago, ele sempre estará ali disponível para o titular, de acordo com informações divulgadas pelo Banco Central.

Como evitar golpes?

Para evitar cair em golpes envolvendo o dinheiro esquecido, você deve lembrar que o único site oficial é o do Banco Central, ou seja, caso receba algum outro tipo de link, não abra.

Por fim, vale lembrar ainda que o Banco Central não entra em contato com os beneficiários, isso significa que quaisquer ligações, SMS ou e-mails com identificação do Banco Central são fraudes. Ademais, as instituições que devem os valores também não solicitam dados pessoais nem pagamentos de tarifas.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário