scorecardresearch ghost pixel



Caixa libera novo saque do PIS/Pasep ‘esquecido’ para 800 mil trabalhadores

Quem perdeu as datas do abono salarial tem uma nova chance de reaver o dinheiro, desta vez até o fim de 2022. Veja como são feitos os saques.



Se você faz parte do grupo de trabalhadores que esqueceu de sacar o PIS/Pasep referente ao ano-base 2019, saiba que a Caixa Econômica Federal está dando uma nova oportunidade de resgate. De acordo com o banco, 800 mil trabalhadores ainda têm dinheiro disponível para retirada no abono salarial.

Leia mais: Mães solteiras vão receber Auxílio Permanente de R$ 1.200? Veja se ele foi aprovado

Os saques referentes a esse valor deveriam ter sido feitos no calendário do programa que durou entre julho de 2019 e junho de 2020. Agora, quem perdeu as datas tem uma nova chance de reaver o dinheiro, desta vez até o fim de 2022.

É importante lembrar que esse lote é diferente do liberado no dia 8 de fevereiro deste ano, que se refere ao ano-base 2020. Neste caso, apesar de já ter sido encerrado, quem ainda não sacou o PIS/Pasep tem até o dia 29 de dezembro para fazê-lo.



Quem tem direito ao abono “esquecido”?

Para receber o benefício, o trabalhador precisa atender as demais condições:

  • Ter recebido, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada no ano de 2019;
  • Ter exercido atividade remunerada por pelo menos 30 dias naquele ano;
  • O trabalhador que já estivesse inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos também naquele ano; e
  • Os trabalhadores que estavam com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial.

Como consultar o PIS/Pasep esquecido?

A consulta ao PIS/Pasep pode ser feita por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou telefone 158. Quem já tiver o app instalado no celular, a recomendação é ver se ele está atualizado e rodando na última versão.



Como é feito o saque?

O saque do valor “esquecido” do PIS/Pasep pode ser feito de duas maneiras:

  • a primeira é presencialmente, na apresentação de um documento com foto em uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho; e
  • a segunda é por meio do e-mail [email protected] Basta colocar no lugar de “uf” a sigla do estado em que o trabalhador reside e enviar a solicitação.

O prazo para que a pessoa solicite a reemissão do saque vai até o dia 29 de dezembro de 2022. Quem perder essa data só poderá sacar novamente a partir do calendário do próximo ano.




Voltar ao topo

Deixe um comentário