scorecardresearch ghost pixel



Como prevenir golpes no cartão de crédito por aproximação

Alguns criminosos têm se aproveitado do dispositivo de aproximação do cartão para efetuar golpes e fazer diversas vítimas pelo país. Descubra agora como se proteger do transtorno.



A opção de efetuar pagamentos apenas pela aproximação do cartão realmente facilitou a vida de muitas pessoas. Aliás, a adesão pelo método tem crescido cada vez mais. No entanto, há quem prefira manter as coisas como estão e utilizar dinheiro ou a função de inserir o objeto na maquininha. Muito disso vem do medo de sofrer algum golpe no cartão de crédito.

Veja também: 3 em cada 4 brasileiros estão preocupados com o dinheiro

Golpe no cartão de crédito: devo ter medo?

Na verdade, sim. Existem diversas queixas no Procon que demonstram golpes no cartão de crédito pela aproximação. Alguns consumidores sequer sabem que seus cartões possuem a tecnologia ativa e não se preocupam se caso perderem o dispositivo.



O problema é que os criminosos poderão utilizar o cartão para pagar valores pequenos sem a necessidade de senhas. Há, inclusive, denúncias de pessoas que foram “roubadas por aproximação”. Isso quer dizer que o ladrão se aproximou da pessoa e fez um pagamento apenas colocando o dispositivo próximo da carteira ou do bolso da vítima.

Por isso, um dia de ouro para não cair em golpes no cartão de crédito é a de monitorar sua conta e saber quais recursos estão disponíveis.

Mais dicas para não cair em golpes

  • Sempre desconfie de compras com o cartão online: principalmente nesta época do ano, os lojistas querem faturar mais e não apenas darem benefícios. É comum encontra promoções, mas desconfie daquelas “inacreditáveis”.
  • Cheque se o site de compra realmente é o site da empresa que você confia;
  • É sempre mais indicado usar o cartão virtual para realizar compras na internet;
  • Sempre desconfie de sites que tenham pagamento apenas disponível por Pix. Aliás, evite pagar por Pix se houver qualquer dúvida;
  • Promoções recebidas por SMS, redes sociais e WhatsApp devem sempre ser ignoradas;
  • Se algum suposto funcionário do banco te ligar, entre em contato com o gerente da sua agência;
  • Ao pagar uma conta por meio de boleto, confira os dados do recebedor e veja se estão de acordo com a empresa;
  • Se fizer a compra em uma loja física, sempre passe o cartão na maquininha. Nunca dê o seu dispositivo na mão de terceiros para efetuar a compra;
  • Não revele o código de segurança do cartão;
  • Dê uma olhada no seu extrato com bastante frequência.




Voltar ao topo

Deixe um comentário