scorecardresearch ghost pixel



Conta de luz está cara? Veja ferramentas para economizar na fatura

Muitas empresas buscam soluções para economizar na fatura de energia elétrica. Uma startup apresenta soluções com baixo ou nenhum investimento.



Um levantamento da startup Lead Energy mostra que 80% das empresas pagam mais do que o necessário na conta de luz. E com pequenas adequações é possível economizar cerca de 15% na fatura. Veja como aliviar um dos maiores custos das empresas.

Leia mais: Confira as quatro novas regras de trânsito que passaram a valer em todo o país

Pelos dados da startup as empresas podem ter uma economia de até 95% com a instalação de painel solar. As soluções valem para empresas com gasto mensal de energia superior a R$ 5 mil.



Economizar na fatura das empresas

Para começar a economizar na fatura, a Lead Energy indica um passo a passo que começa com a simulação. É possível enviar a conta de energia para o sistema da startup. Eles analisam quais são as condições possíveis para a economia.

Por exemplo, a modalidade tarifária anual, a demanda contratada com a distribuidora, assim como a existência de multas por não adequação de equipamentos técnicos. A startup também analisa a possibilidade de compra de energia com outro fornecedor.

Depois de toda análise, a Lead Energy fornece um relatório com detalhes de quanto a empresa pode economizar. Depois disso, o cliente pode entrar em contato com a equipe da startup para concluir a proposta. Ou seja, a indicação de economia é de acordo com a realidade de cada cliente.



Além disso, a Lead Energy só é remunerada quando a economia se confirma. A não ser nos casos em que é preciso um investimento considerável para a instalação de equipamentos.

Por isso, se a sua empresa precisa economizar na fatura, a startup pode servir de apoio com a indicação de ferramentas e análise detalhada das melhores soluções. Além disso, o prazo mínimo para sentir a economia é de 30 dias. A Lead Energy oferece a redução nos custos de forma sustentável, com baixo ou nenhum investimento.




Voltar ao topo

Deixe um comentário