scorecardresearch ghost pixel



Descubra se dores na coluna podem antecipar a aposentadoria dos trabalhadores

As constantes dores na coluna podem indicar a existência de alguma doença. Em casos de limitações permanentes, o trabalhador pode se aposentar.



As limitações para o trabalho provocadas por dores na coluna podem antecipar a aposentadoria dos trabalhadores. Ainda mais se a origem da doença tiver relação com a atividade desempenhada pelo trabalhador. Confira 5 doenças que podem permitir um acesso mais rápido aos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Leia mais: Dormir no trabalho dá demissão por justa causa?

A aposentadoria mais comum nesses casos é por invalidez. Quando o profissional não tem mais condições de retornar ao trabalho, de forma definitiva, por sentir dores constantes.



Dores na coluna e a aposentadoria

Muitos trabalhadores reclamam da dificuldade em provar ao INSS que as dores na coluna impossibilitam a continuidade do trabalho. Por essa razão, é sempre importante reunir o maior número de documentos ao solicitar o benefício.

Por exemplo, exames e laudos médicos que confirmem a situação do trabalhador podem ajudar na antecipação da aposentadoria. As doenças mais comuns nessa parte do corpo são: hérnia de disco; osteofitose; discopatia degenerativa; protusão discal e cervicalgia.

Todo trabalhador, principalmente aqueles que trabalham carregando peso, deve ficar de olho nos sintomas e procurar atendimento médico ao primeiro sinal de problemas na coluna.

No caso da hérnia de disco, por exemplo, os sintomas mais comuns são dores que começam na coluna e atingem até as pernas, além de um forte incômodo na região lombar e sensação de formigamento.



Já a osteofitose, popularmente conhecida por “bico de papagaio”, provoca intensas dores nas costas e perda da força muscular, assim como dos reflexos e da sensibilidade.

Outra doença que atinge a coluna é a discopatia degenerativa. As dores também começam na lombar e na cervical, com dormência e fraqueza. A protrusão discal cervical também indica que algo não vai bem, com sintomas como dores no ombro, braços e pescoço.

Esses são apenas alguns exemplos. Caso o trabalhador tenha alguma outra doença que impossibilite o desempenho das atividades, ele também tem direito de entrar com o pedido de aposentadoria por invalidez junto ao INSS.




Voltar ao topo

Deixe um comentário