scorecardresearch ghost pixel



Receita Federal começa o pagamento da restituição em maio

O pagamento da restituição do Imposto de Renda começa em 31 de maio. Os contribuintes podem consultar quando vão receber. Confira.



O prazo para a declaração do Imposto de Renda está quase acabando. Vai até 31 de maio. É também nesta data que começa o pagamento da restituição. Neste ano, a Receita Federal fará a devolução do dinheiro em cinco parcelas. Confira o calendário completo.

Leia mais: Veja o calendário do Auxílio Brasil; Caixa já liberou o pagamento de maio

Pelo terceiro ano seguido, a Receita Federal ampliou o prazo para a declaração. Os contribuintes ganharam mais de um mês extra para enviarem todos os documentos necessários.



Pagamento da restituição

Antes de falar sobre o pagamento da restituição é importante lembrar que quem deixa de declarar dentro do prazo pode cair na malha fina. O contribuinte fica em débito com a Receita Federal e paga multa.

Se você já declarou o Imposto de Renda, com certeza já deve estar de olho na restituição. Como em anos anteriores, o calendário de devolução segue uma ordem de prioridade.

Assim, os primeiros a receber são os idosos acima de 60 anos, além dos contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e pessoas que têm o magistério como a maior fonte de renda.



Depois disso, a Receita Federal segue o calendário com base na data da declaração. Pela ordem, quem declara mais cedo é restituído primeiro.

Os lotes vão de maio a setembro. Veja abaixo as datas de pagamento da restituição:
1º lote: liberado em 31 de maio de 2022;
2º lote: liberado em 30 de junho de 2022;
3º lote: liberado em 30 de julho de 2022;
4º lote: liberado em 31 de agosto de 2022;
5º lote: liberado em 30 de setembro de 2022.

A previsão é que a consulta ao primeiro lote de restituição seja liberada a partir de 24 de maio. Para saber quando receber, o contribuinte deve acessar o site Meu Imposto de Renda. Depois disso é só clicar em “Consultar a Restituição” e informar o CPF, ano da declaração e a data de nascimento.




Voltar ao topo

Deixe um comentário