scorecardresearch ghost pixel



Solteiros podem receber R$ 400 do Auxílio Brasil?

Entre os programas para as famílias de baixa renda está o Auxílio Brasil. Mas será que solteiros também podem receber o benefício mensal? Entenda as regras.



O Auxílio Brasil, programa social do governo federal, atende hoje mais de 18 milhões de brasileiros. Quem deseja receber o benefício precisa, antes de tudo, ter o Cadastro Único (CadÚnico). Mas, será que solteiros podem receber o valor de R$ 400?

Leia mais: Bolsonaro sanciona Pronampe e prevê crédito de R$ 50 bi a MPEs

O dinheiro é repassado todos os meses, conforme o Número de Inscrição Social (NIS) do beneficiário. Nesta quarta-feira (26) recebem o pagamento de maio o grupo de NIS com final 7.

Auxílio Brasil para solteiros

Pelas regras do programa, o Auxílio Brasil pode ser pago em três situações, sendo elas:

  • famílias em situação de extrema pobreza;
  • famílias em situação de pobreza;
  • famílias em regra de emancipação.

Em outras palavras, as famílias em situação de extrema pobreza devem ter renda familiar por pessoa de até R$ 105. Já quem vive em situação de pobreza, o valor não pode passar de R$ 210.



Dessa forma, a inclusão dos solteiros no Auxílio Brasil depende da renda de cada cidadão, já que esse é o critério principal, segundo o Ministério da Cidadania.

Além disso, para garantir o acesso, o CadÚnico precisa estar com todos os dados atualizados. Vale lembrar que o programa prioriza as mães solteiras e mulheres vítimas de agressão que estejam inseridas nos programas de medidas protetivas.

Por isso, mesmo que a intenção seja o atendimento das famílias brasileiras, as pessoas solteiras também podem ser atendidas pelo benefício. Mas qualquer alteração nos dados, como casamento ou novo emprego, devem ser informadas por meio da atualização no CadÚnico.

De acordo com o Ministério da Cidadania, a cada dois meses novos sorteios incluem mais pessoas no benefício. Por essa razão é tão importante garantir o quanto antes o CadÚnico.

Quem quiser se inscrever pode preencher os dados por meio do aplicativo do Cadastro Único e fazer um pré-cadastro. Depois disso é preciso procurar o atendimento presencial em uma unidade do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) para concluir o cadastro.




Voltar ao topo

Deixe um comentário