scorecardresearch ghost pixel



Volta do Auxílio de R$ 451: Saiba quando vai acontecer e quem terá direito

Conheça os detalhes sobre o retorno do auxílio de R$ 451 que ajudará muitas famílias.



O Governo Federal voltará a pagar um auxílio no valor de R$ 451 a partir do dia 17 de junho. O pagamento perdurará até o dia 30 do mesmo mês. Então é seguro dizer que trata-se de um novo calendário. Esse valor se refere a dois benefícios: Auxílio Brasil e Auxílio Gás.

Veja também: Novo auxílio de R$ 451 tem depósito confirmado; confira o calendário

Isso quer dizer que a união desses dois programas resultará no valor de R$ 451, pois é realizada a soma dos R$ 400 do Auxílio Brasil com os R$ 51 que são referente ao Auxílio Gás.

Benefícios sociais têm grande alcance

Desde que  o Auxílio Brasil começou a valer, ele tem alcançado mais de 18,1 milhões de famílias brasileiras. O Auxílio Gás, por sua vez, favorece cerca de 6 milhões de pessoas. O benefício que foi criado para substituir o Bolsa Família teve o seu valor de R$ 400 fixado por lei, diferente do vale-gás.



O Auxílio Gás é um programa que pode ter o seu valor alterado, pois ele muda de acordo com valor do botijão de gás de 13 quilos, ou seja, ele vale 50% do preço médio nacional do botijão.

Para fazer os repasses é obedecida uma ordem lógica, por isso é usado o final do Número de Inscrição Social (NIS) dos beneficiários. Sabia disso? Então fique atento à tabela a seguir para não perder o dia de retirar o seu benefício.

  • NIS final 1: pagamento em 17 de junho;
  • NIS final 2: pagamento em 20 de junho;
  • NIS final 3: pagamento em 21 de junho;
  • NIS final 4: pagamento em 22 de junho;
  • NIS final 5: pagamento 23 de junho;
  • NIS final 6: pagamento em 24 de junho;
  • NIS final 7: pagamento em 27 de junho;
  • NIS final 8: pagamento em 28 de junho;
  • NIS final 9: pagamento em 29 de junho;
  • NIS final 0: pagamento em 30 de junho.

Como se inscrever?

Por mais que esses dois programas alcancem milhares de brasileiros, ainda há muitas pessoas com dúvidas sobre como se cadastrar. É por isso que é tão válido ressaltar que a pessoa interessada a receber esse benefício precisa procurar um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), pois é lá onde você e os membros da sua família serão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).



É por meio desse cadastro que o Ministério da Cidadania irá analisar os seus dados quando for realizar a seleção dos aprovados para fazer parte do benefício.

Requisitos para receber o Auxílio Brasil

Mesmo passando por essas duas etapas iniciais citadas, o interessado vai precisar se encaixar em alguns critérios de elegibilidade que são exigidos por cada um dos programas, então atente-se para as seguintes informações:

Para ser aceito no programa do Auxílio Gás, a família do indivíduo deve ter renda (por pessoa) mensal de R$ 606, em outras palavras, meio salário mínimo. Já o Auxílio Brasil acolhe as famílias em situação de extrema pobreza, isto é, com renda (por pessoa) de até R$ 105, bem como famílias em situação de pobreza onde a renda é de até R$ 210.

No caso das famílias que estão nas condições descritas logo acima, também é necessário que na casa haja uma gestante, uma nutriz ou um integrante com menos de 21 anos.




Voltar ao topo

Deixe um comentário