scorecardresearch ghost pixel



Bluetooth pode estar sendo usado para rastrear o passo das pessoas?

Algumas possibilidades de controle a partir de um celular devem ser observadas com cuidado por conta da sua privacidade.



A geolocalização foi adicionada ao smartphone, tornando a rotina muito mais fácil. Essa tecnologia está presente na sua vida de diversas formas, por exemplo, ao pedir um carro por aplicativo. No entanto, o GPS tem a função de rastrear e muitos questionam se isso é perigoso ou não. 

Veja também: 17 novidades que a Apple lançou com o iOS 16 no sistema do iPhone

Nesse caso, se algum estranho ou criminoso tentar encontrar a sua localização em tempo real, seria péssimo. Um grupo de estudiosos descobriu que isso é possível sim, mas tem algumas restrições do  próprio funcionamento dos aplicativos que usam o recurso. 



Entenda como o bluetooth permite o rastreamento anônimo e se isso acontece com facilidade 

Pesquisadores da Universidade da Califórnia afirmaram que sim, é possível que o bluetooth favoreça o rastreamento anônimo. Contudo, não é nada fácil, porque o interessado em acompanhar os passos do outro precisa isolar a ‘’vítima’’. Sendo assim, ela precisa ficar em um local distante dos demais aparelhos.

Existe uma falha no chip que cria essa fragilidade, contudo, além de ser a minoria apresentando o defeito atualmente, as aplicações do celular sempre controlam o uso do bluetooth. Por isso, a maioria dos apps apresenta um termo de condições e solicitam a autorização para usar o compartilhamento de localização. 




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário