scorecardresearch ghost pixel



Câmara aprova teto para MEI e Simples Nacional; veja o que vai mudar

Texto estabelece que o limite de faturamento do MEI passe de R$ 81 mil para R$ 144 mil, além de possibilitar a contratação de até dois funcionários.



Foi aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação (CFT) no dia 14 de junho o projeto de lei complementar que sobe o teto de enquadramento da categoria de Microempreendedor Individual (MEI) e também do Simples Nacional. A medida ainda precisa do parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça para seguir ao Senado Federal.

Leia mais: O que você vê primeiro na imagem pode revelar como faz para conquistar as pessoas

Em linhas gerais, o texto estabelece que o limite de faturamento do MEI passe de R$ 81 mil para R$ 144 mil. No caso dos donos de microempresas, o valor sobe de R$ 360 mil para 869 mil e, por fim, em relação às empresas de pequeno porte, a mudança de limite proposta é de R$ 4,8 milhões para R$ 8,69 milhões.



Mudanças na proposta inicial

A princípio, o PLP 108/2021, de autoria do deputado Jayme Campos (União-MT), estabelecia apenas a atualização do limite de faturamento para quem é é MEI, além da possibilidade de pessoas dessa categoria de negócio em contratar até dois empregados – o máximo permitido atualmente é um.

No entanto, o relator do projeto e presidente da CTF, Marco Bertaiolli (PSD-SP), alegou que, por questão de “justiça tributária”, também foi necessário incluir os donos de microempresas e empresas de pequeno porte no novo enquadramento.



Segundo Bertaiolli, o motivo para a mudança está associado diretamente com a inflação, que fez com que muitos negócios “deixassem de se enquadrar não porque cresceram, mas porque o valor nominal estrangulado no tempo e sem a atualização não representa a realidade atual, excluindo contribuintes que sempre foram os reais destinatários da norma”.

Sobre a alteração que trata do número de contratados por quem é MEI, a nova regulação foi mantida sem mudanças.




Voltar ao topo

Deixe um comentário