scorecardresearch ghost pixel



Confirmado: parcela do Vale Gás aumenta para R$ 110 a partir de junho

Reajustes vão significar um impacto de R$ 21 milhões, considerando a realização de pagamentos até dezembro de 2022.



O Vale Gás passou por um novo reajuste e agora passa a oferecer a quantia de R$ 110 às famílias beneficiadas. O reajuste de 10% no valor das parcelas pagas a cada dois meses vai beneficiar cerca de 2 milhões de pessoas, 426 mil famílias, inscritas no programa de transferência de renda do governo de São Paulo, o Bolsa do Povo.

Leia mais: Dúvidas sobre o Auxílio Brasil: MEI pode receber o benefício?

Valor e parcelas do Vale Gás

O Vale Gás de São Paulo é oferecido bimestralmente, com duração de três parcelas. Com o anúncio do novo valor pelo atual governador do estado, Rodrigo Garcia, famílias beneficiárias já começam a receber a quantia atualizada de R$ 110 neste mês de junho.



A necessidade de reajuste do programa surge após os constantes aumentos no preço do botijão de 13 kg, o tradicional gás de cozinha. De acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), em São Paulo, o preço médio do produto é de R$ 112. Anteriormente, no ano passado, quando passou a valer o Vale Gás, o item custava em média R$ 91.

Quem pode receber o Vale Gás?

Segundo as determinações do programa, para ter acesso ao Vale Gás SP, as famílias precisam atender os seguintes requisitos:

  • Ter inscrição no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Não receber nenhum pagamento do Auxílio Brasil;
  • Possuir renda per capita (por pessoa) de até R$ 178 mensais.

Os reajustes vão significar um impacto de R$ 21 milhões para o governo do estado, considerando a realização de pagamentos até dezembro de 2022.



Como se inscrever no programa?

Uma vez que a família está no CadÚnico, a seleção para participar do Vale Gás é feita de forma automática, sem necessidade de cadastro adicional para o recebimento do benefício.

Por outro lado, dá para consultar se o cidadão foi aprovado para receber a ajuda. Basta acessar o site do Vale Gás e informar o Número de Identificação Social (NIS), que é gerado durante a inscrição no CadÚnico.

Outra alternativa é ligar diretamente para o telefone do Bolsa do Povo. O número é o 0800 797 9800.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário