scorecardresearch ghost pixel



Desafio de lógica que pode te deixar doido depois de descobrir a resposta

Você não vai acreditar quando descobrir qual era a resposta correta para esse desafio de lógica que está sendo compartilhado nas redes sociais do mundo inteiro. Um jornal estrangeiro fez a publicação.



Confira como é simples o seguinte desafio de lógica para você treinar sua mente diante de possibilidades diferentes. Basta olhar para a imagem e dizer qual é o número da vaga em que o carro está estacionado. Simples assim: cada vaga tem um número e você só precisa adivinhar qual é o número de onde o veículo está parado em cima.

Veja também: Teste de personalidade: o que você vê na imagem pode ser surpreendente

A resposta para o desafio é tão simples que chega a causar revolta em muitas pessoas. Afinal, diversos internautas passaram um longo tempo contemplando a imagem e não conseguiram entender qual seria a progressão numérica que corresponderia ao lugar número da vaga onde o carro está parado no desenho.

E aí? Você conseguiu completar a o desafio de lógica simples?

A verdade é que o resultado chama a atenção pela sua obviedade e pela maneira como estamos limitados a analisar uma figura. Isso porque basta apenas olhar para a ilustração de uma maneira diferente. Inclusive, esta seria a dica mais fácil de todas as quais se pode dar.



Se para você a progressão de 16, 06, 68, 88, X e 98 não faz sentido algum, tudo bem. Saiba que o erro está na sequência de números informada. E se eu te disser que a lógica correta do desafio seria ver os seguintes números: 86, X, 88, 89, 90, 91? Bom, aí fica fácil, pois o número que falta é o 87. Não teria como ser um desafio de lógica mais simples, correto?

Pois saiba que esse é o desafio real. Basta girar a imagem de ponta-cabeça para enxergar a sequência descrita acima. Em outras palavras, bastava pensar um pouquinho diferente e analisar a figura por outro ângulo. O teste desperta a sensação de que todos podem se esforçar para ver o mundo com outros olhos e de novas perspectivas.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário