scorecardresearch ghost pixel



PIS/Pasep: Caixa vai liberar nova rodada de pagamentos em julho?

Descubra se os trabalhadores que atuaram com carteira assinada em 2021 terão acesso ao novo calendário de pagamentos do abono este ano.



Trabalhadores brasileiros ainda podem ter direito ao abono salarial PIS/Pasep. Isso porque milhares de pessoas deixaram de sacar o benefício referente aos anos de 2019 e 2020. Para os mais “esquecidos”, o governo federal liberou uma nova janela de resgate, que vai até dezembro deste ano. Mas e para quem trabalhou em 2021, o saque vai sair em julho?

Leia mais: PIS/Pasep: saque do mês de junho será triplo e foi liberado; quem saca até R$ 3 mil?

Infelizmente não. O que acontece é que, até o ano de 2020, uma nova rodada de pagamentos do abono salarial começava no mês sete. No entanto, em razão da pandemia e da criação do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm), o governo federal precisou atrasar o calendário em um ano.

Na prática, isso fez com que as liberações passassem a ser feitas no primeiro trimestre de cada ano, o que acabou afetando o pagamento de milhões de trabalhadores.

Portanto, esclarecendo a dúvida, não serão feitos pagamentos do PIS/Pasep em julho referente ao ano-base 2021. Apenas os pagamentos de valores anteriores estão disponíveis no momento.



Quem tem direito ao abono salarial ano-base 2021?

Para receber os valores desta rodada de pagamentos, os trabalhadores precisam cumprir as seguintes condições:

  • Ter trabalhado em 2021 com carteira assinada por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não;
  • Estar com as informações atualizadas pelos empregadores na Relação Anual de Informações Sociais (Rais);
  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido em 2021 remuneração média mensal de até dois salários mínimos;

Nova rodada de saques do PIS/Pasep

Muitos cidadãos aguardam o recebimento de um novo lote de pagamento do abono salarial PIS/Pasep para o mês de julho, conforme os antigos calendários do programa. Porém, para 2022, o governo federal decidiu liberar apenas o calendário de repasses para quem trabalhou em 2020, no depósito dos valores entre os meses de fevereiro e março.



Nesse sentido, não há previsão de uma nova rodada do saque do abono salarial em 2022, considerando que o Executivo liberou espaço orçamentário para apenas uma rodada de pagamentos, neste caso, aquela referente ao ano-base 2020.

Por fim, sem previsão orçamentária, a expectativa é de que os trabalhadores que atuaram formalmente em 2021 tenham acesso ao abono a partir do começo de 2023. Qualquer dúvida sobre valores e calendários, elas podem ser sanadas no aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou telefone 158.




Voltar ao topo

Deixe um comentário