scorecardresearch ghost pixel



Sem impostos: veja qual seria o preço da gasolina e do diesel

Você sabe quanto pagaria pelo litro do combustível sem os impostos? Veja como é feita a formação dos preços e o que realmente deixa o produto tão caro para o motorista.



O motorista que já teve a oportunidade de participar de alguma iniciativa de dia livre de impostos sabe a diferença que essa cobrança faz no preço final dos combustíveis. Os valores são surpreendentes e representam uma enorme economia no orçamento das famílias. Confira os preços da gasolina e do diesel sem os impostos.

Leia mais: Combustíveis mais baratos: litro da gasolina cai R$ 0,68 e do etanol, R$ 0,24

A curiosidade é ainda maior agora por causa da redução esperada nas bombas com a limitação do ICMS. Apesar de toda a expectativa dos motoristas, a tentativa do governo de reduzir os preços pode ter um impacto mínimo diante dos recentes aumentos no litro dos combustíveis.



Gasolina e diesel sem impostos

No site da Petrobras, a estatal deixa claro como são estabelecidos os preços da gasolina, a começar por sua própria porcentagem, que é de 39,3%.

Vamos considerar que o valor do litro está em R$ 7,23. Desse total, R$ 2,84 fica com a Petrobras. Na composição do preço também entram os impostos federais, que são com 9,5% e resulta em cerca de R$ 0,69.

Seguindo nessa soma, os impostos estaduais representam 24,2% (cerca de R$ 1,75). Ainda tem o custo do etanol anidro de 13,1%, que fica com R$ 0,95 da composição do preço. Por último, a porcentagem de 13,8% das distribuidoras ficam com R$ 1.

Assim, se for considerado o preço do combustível sem a incidência dos impostos federais e estaduais, a gasolina custaria ao motorista o preço médio de R$ 4,79, não R$ 7,23. Mas é claro que esse é apenas um exemplo, já que em boa parte dos estados o litro da gasolina passa de R$ 8.

A conta do diesel sem impostos também representaria uma grande economia. Considerando um preço médio no Brasil de R$ 7,03, a Petrobras fica com a parcela de R$ 4,52 (64,3%).



Com os impostos federais zerados, a soma considera R$ 0,84 para a parcela dos estados (11,9%), além de 10,4% do biodiesel – cerca de R$ 0,73 – e outros 13,4% da distribuição e revenda, que ficariam com R$ 0,94 do preço médio do diesel.

No site da Petrobras, o consumidor pode ver o cálculo de acordo com o imposto cobrado por cada um dos estados brasileiros, assim pode chegar à composição do preço e na diferença sem impostos.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário