scorecardresearch ghost pixel



AUXÍLIO EMERGENCIAL paga retroativo de até R$ 3.000; veja se você recebe

Descubra quem são os brasileiros que podem resgatar uma bolada em atrasados do programa neste mês de julho. Aprenda a consultar!



O auxílio emergencial foi considerado o principal programa de transferência de renda durante a pandemia. Mesmo com os pagamentos encerrados em outubro de 2021, um grupo de brasileiros ainda pode resgatar de forma retroativa quantias de até R$ 3 mil.

Leia mais: Vagas temporárias com auxílio mensal de R$ 540: conheça o Bolsa Trabalho

Em suma, os contemplados com o auxílio emergencial retroativo são os pais solteiros chefes de família que receberam apenas a cota simples do programa no ano de 2020, no valor de R$ 600 – na ocasião, somente as mulheres na mesma condição receberam a cota dupla, no valor de R$ 1,2 mil.

Tiveram direito aos atrasados do auxílio emergencial cerca de 1,2 milhão homens, dos quais 823,4 mil já receberam. Sendo assim, ainda restam os regates por 450 mil cidadãos.



Quais homens estão recebendo os pagamentos retroativos?

Tem direito aos valores do programa os homens que atendem os seguintes requisitos:

  • Estar cadastrado como “Responsável Familiar”;
  • Ter recebido cota simples do auxílio emergencial em algum momento entre abril e agosto de 2020;
  • Ter na família pessoas menores de 18 anos de idade;
  • Ser homem chefe de família monoparental;
  • Não possuir cônjuge ou companheira;
  • Ter efetuado o cadastro do auxílio emergencial através das plataformas digitais até o dia 2 de julho de 2020, o prazo final para ter feito a inscrição no programa; ou
  • Ter recebido o benefício mediante inscrição no Cadastro Único (CadÚnico).


Qual o valor do auxílio emergencial retroativo?

Cada parcela retroativa equivale a R$ 600. Quem receber 5 (quantidade máxima) terá direito ao saldo de R$ 3 mil.

Sendo assim, têm-se:

  • O cidadão que começou a receber o benefício em abril ganha R$ 3 mil;
  • O cidadão que começou a receber o benefício em maio ganha R$ 2,4 mil;
  • O cidadão que começou a receber o benefício em junho ganha R$ 1,8 mil;
  • O cidadão que começou a receber o benefício em julho ganha R$ 1,2 mil;
  • O cidadão que recebeu apenas no mês de agosto ganha R$ 600.

Como consultar o auxílio retroativo?

Aqueles que cumprem os requisitos e ainda não sacaram os recursos podem consultar se são elegíveis por meio do site de consulta do auxílio emergencial. A plataforma possibilita analisar as informações a respeito da elegibilidade ao valor extra.

O acesso é realizado por meio de conta gov.br, que pede CPF e senha para o login.




Voltar ao topo

Deixe um comentário