scorecardresearch ghost pixel



Auxílios TURBINADOS: o que é fixo e o que vai acabar em dezembro?

O Governo Federal espera pela aprovação da PEC dos Combustíveis, que permite o aumento dos auxílios sociais. O texto depende de votação. Saiba o que pode mudar em breve.



O Governo Federal segue na tentativa de aprovar o PEC dos Combustíveis. São várias mudanças com aumento dos auxílios sociais. Para ficar de acordo com a lei eleitoral, o texto da PEC criar o estado de emergência no Brasil. Mas na visão da oposição, isso não passa de uma estratégia do grupo para aumentar a popularidade agora que as eleições de outubro estão se aproximando.

Leia mais: Urgente: PEC do Auxílio Brasil de R$ 600 e vale-gás de R$ 120 será votada HOJE

O aumento dos auxílio envolve o vale-gás, o Auxílio Brasil e a criação de um voucher para os caminhoneiros. O pacote de mudanças seria votado na quarta-feira, 29, no Senado, porém passou para essa quinta, dia 30.



Aumento dos auxílios sociais

A proposta do governo é pagar o valor total do botijão de gás de 13 quilos a cada dois meses. Sendo assim, o vale-gás passaria de 50% do preço médio para 100%.

Na proposta de aumento dos benefícios sociais, o Auxílio Brasil é o principal deles. A ideia do governo é pagar R$ 600 até dezembro desse ano. Atualmente o valor do benefício é de R$ 400.

Além das duas medidas, eles pretendem também criar um programa do zero. É o voucher de mil reais para os caminhoneiros. A intenção é amenizar os gastos da categoria diante do aumento no preço do diesel.

Dessa forma, o Auxílio Brasil é um benefício permanente. Porém o valor de R$ 600 valeria somente até dezembro, dentro do período considerado de emergência, segundo o governo apontou.



Já o caso do vale-gás, o benefício tem duração prevista de cinco anos. Contudo isso não tem relação com a PEC, já que desde a criação do programa essa já era a previsão. O que muda é a porcentagem paga a cada dois meses pelo governo.

Assim como na proposta para o Auxílio Brasil, o pagamento de 100% pelo vale-gás só chegaria até dezembro. Depois disso, ou seja, em 2023, o auxílio voltaria a ser de 50% do preço médio do botijão.

O voucher dos caminhoneiros também foi criado com data de validade. Sendo a previsão de pagamento até dezembro desse ano.




Voltar ao topo

Deixe um comentário