scorecardresearch ghost pixel



Juros do cartão de crédito rotativo sobem para 364% ao ano

A taxa de juros do cartão de crédito rotativo subiu para 364% ao ano em abril. O número serve de alerta aos consumidores. É a maior taxa desde agosto de 2017, então é preciso ter cuidado a partir de agora. Entenda.



A taxa de juros do cartão de crédito rotativo subiu para 364% ao ano em abril. É a maior taxa vista desde agosto de 2017. No mês anterior, em março, a mesma estava em 359,1%. Os dados foram divulgados pelo Banco Central e servem de alerta aos consumidores, que devem usar o cartão de crédito com ainda mais cautela agora.

Leia mais: Cartão de crédito sem anuidade? Descubra os melhores de julho de 2022

Por quê? Bem, as faturas que não são pagas em dia entram no crédito rotativo. É justamente o que teve um aumento na taxa de juros. Com isso, as dívidas podem se tornar uma verdadeira bola de neve e prejudicar o orçamento inteiro da família em pouco tempo.



Juros do cartão de crédito rotativo

Os juros do rotativo estão entre os mais altos do mercado, por isso o ideal é que essa linha de crédito seja evitada sempre que possível. A taxa varia de um mês para outro.

A orientação é que os clientes paguem o valor cheio da fatura todos os meses para evitar o rotativo. Caso contrário, quando o cliente usa o limite do cartão de crédito e não consegue pagar a fatura, o valor entra para a conta do mês seguinte. É nesse momento que o banco cobra altos juros, pois está dando mais tempo para o pagamento da fatura.

A taxa do parcelado também registrou aumento. Passou de 171,7% para 175,1%. Os dados divulgados pelo Banco Central mostram ainda que a taxa de juros média anual nas operações de crédito subiu de 26,7% em março para 27,7% em abril. Na comparação com o ano anterior, o avanço foi de 7,3%.



O resultado de abril faz a taxa do cartão de crédito ser a maior dos últimos quatro anos. Ao mesmo tempo, a inadimplência segue crescendo no país como consequência da alta inflação e do desemprego em massa.

De acordo com o a instituição, o aumento do juro bancário é resultado da Selic. A alta na taxa básica de juros foi adotada para tentar conter a inflação no Brasil.




Voltar ao topo

Deixe um comentário