scorecardresearch ghost pixel



Novo Auxílio de R$ 720 tem regras divulgadas. Quem poderá receber?

Soma do Auxílio Brasil e do vale-gás chega em R$ 720 após a aprovação da PEC. Apesar de criticado, o aumento nos valores irá tirar muita gente do sufoco.



Conforme o tempo passa, as pessoas estão criando mais expectativas sobre as mudanças que os benefícios sociais devem sofrer em breve, graças a aprovação da PEC dos benefícios. E para aumentá-las, o Ministério da Cidadania publicou uma portaria no Diário Oficial da União para finalmente definir certas regras.

Veja também: Atrasou? Entenda porque o Auxílio Brasil vai pagar só R$ 400 em julho

Elas dizem respeito ao recebimento do mais novo Auxilio Brasil e também do vale-gás. Ambos estarão com os seus valores atualizados. No texto, é lembrado que com o aumento do Auxílio Brasil e do vale, a soma dos dois chega a R$ 720 por cidadão. Em outras palavras, esse o valor que chegará às famílias com direito a ambos.

A portaria foi assinada pelo ministro da Cidadania, Roberto Vieira Bento. Ele aproveitou para lembrar que esses novos valores serão válidos somente até dezembro, pois logo depois devem voltar para os R$ 400 e R$ 53.



É importante lembrar que os valores – tanto os R$ 720 quanto os R$ 453 – só ficarão disponíveis quando puderem ser somados, ou seja, apenas nos meses em que o vale-gás for pago, uma vez que ele é um benefício bimestral.

Outro ponto que deve ser mencionado é que ter direito a um auxílio não dá automaticamente direito ao outro. Cada benefício possui as suas regras individuais, sendo assim pode ser que a pessoa não tenha acesso a ambos.

Um bom exemplo disso é o caso das mulheres que são vítimas de violência doméstica. Elas têm prioridade no vale-gás, mas isso não necessariamente as colocam como aptas para receber o Auxílio Brasil.

Com o fim do novo valor dos benefícios chegando em dezembro, apenas três parcelas do vale-gás podem ser pagas, logo elas serão depositadas em agosto, outubro e dezembro.

As regras do Auxílio Brasil

Basicamente as formas para receber o auxílio não mudaram, pois o processo ainda se dá por meio do cartão do Auxílio Brasil ou via transferência com o Caixa Tem. O que mudou, na verdade, foram as regras para conseguir receber o benefício. O indivíduo, por exemplo, deve:

  • Fazer parte de uma família que esteja na extrema pobreza, isto é, com uma renda familiar per capita igual ou menor que R$ 105,00;
  • Fazer parte de uma família em situação de pobreza, ou seja, com uma renda familiar per capita igual entre R$ 105,01 e R$ 210;
  • Estar devidamente inscrito no CadÚnico e com os dados todos atualizados nos últimos dois anos.



As regras do Vale-gás

O auxílio para o gás de cozinha também sofreu algumas mudanças nas regras que devem ser seguidas para que seja possível conseguir o direito de recebê-lo. O indivíduo precisa:

  • Fazer parte de uma família em que a mulher tenha sido vítima de violência doméstica, com medida protetiva de urgência vigente;
  • Estar devidamente inscrito no CadÚnico e estar com os dados atualizados pelo último ano;
  • Fazer parte de uma família com muitos membros;
  • Fazer parte de uma família com renda per capita baixa.




Voltar ao topo

Deixe um comentário