Concurso Polícia Civil – PC TO 2018: Confira todas as novidades!

Fique por dentro de todas as informações referentes ao concurso da Polícia Civil do Tocantins: notícias, editais, conteúdo programático e mais!

Muitos concurseiros espalhados por todo o Brasil dedicam-se aos estudos como forma de ingressar em uma carreira pública. Dentro destas, algumas das mais concorridas são as da Segurança Pública.

Os concursos da Polícia Civil estão entre os mais requisitados seja por conta da possibilidade de progressão na carreira ou pela satisfação em pertencer a uma das corporações distribuídas entre os estados brasileiros.

Se você é um dos candidatos que está se preparando ou deseja começar a se preparar para certames da Polícia Civil, em especial o do Tocantins, nós preparamos este artigo para sanar todas suas dúvidas.

Abaixo você confere todas as previsões para este ano e também para 2019. Estão disponíveis também as notícias do último concurso. Essas informações podem servir como ponto de partida para a montagem do seu cronograma de estudos. Confira!

O que esperar do próximo concurso da PC TO

O último concurso realizado pela Polícia Civil do Tocantins (PC TO) foi publicado em 2014. Porém, a seleção ficou dois anos parada, tendo a publicação dos nomeados somente no início de 2017.

Portanto, a PC TO tem concurso concurso em validade para todas as carreiras até 2021. Depois da homologação a validade do certame é de dois anos, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período, incluindo neste tempo a duração do Curso de Formação

Porém, é possível que antes do final da validade deste certame, novas oportunidades sejam divulgadas. A área de Segurança Pública tem sido prioridade nos investimentos dos governos estaduais por todo o país.

Apesar da seleção de 2014, o quantitativo de policiais da PC TO necessita de reforços. Assim, se você já está se preparando, mantenha o ritmo de estudos. Se pretende começar, e ainda não sabe por onde, confira as dicas abaixo e comece a estudar o quanto antes.

Se uma nova seleção não acontecer em 2018, aumentam muito as probabilidades de que o concurso da Polícia Civil do Tocantins aconteça em 2019.

Concurso PC TO 2014

Regulamentado pelos editais publicados simultaneamente, Nº 001/01-2014, Nº 002/01-2014 e Nº 003/01-2014, o último concurso da Polícia Civil do Tocantins disponibilizou vagas para as carreiras de Delegado, Agente, Escrivão, Papiloscopista, Agente de Necrotomia, Médico Legista e Perito Criminal.

Para a função de perito foram disponibilizadas vagas para as especialidades de Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia da Computação, Engenharia de Alimentos, Engenharia Civil, Engenharia Química, Engenharia Ambiental, Engenharia de Minas, Engenharia Florestal, Geologia, Ciências Biológicas, Biomedicina, Farmácia, Física, Ciências Contábeis, Odontologia, Arquitetura, Ciências da Computação, Sistemas de Informação, Química, Agronomia e Processamento de Dados.

Ao todo, foram contemplados 515 postos de trabalho mais formação de cadastro de reserva durante a vigência do certame.

Os candidatos se inscreveram por meio de formulário eletrônico disponível no site da banca organizadora. Houve pagamento de taxas com os valores de:

  • R$ 160,00 para Delegado
  • R$ 150,00 para os demais cargos

Consulte os editais aqui: Nº 001/01-2014, Nº 002/01-2014 e Nº 003/01-2014

Homologação do resultado final e convocações

O concurso teve as provas realizadas entre os meses de maio e junho. Porém, a segunda fase, que é o Curso de Formação, só foi realizada no final de 2016. Ou seja, mais de dois anos depois da abertura do edital.

As primeiras nomeações aconteceram somente em março de 2017, depois de ser alvo de ações judiciais e a Justiça do Tocantins determinar a retomada da seleção, depois de ficar parado por aproximadamente dois anos.

Em agosto de 2017 a foi nomeada a segunda turma de aprovados no concurso de 2014. Ou seja, ao menos 63 candidatos aprovados no certame para vagas de preenchimento imediato ainda aguardam a realização de Curso de Formação e nomeação dos aprovados.

Além disso, há na espera candidatos aprovados para as 118 vagas ofertadas para formação de cadastro de reserva para postos da PC TO.

Carreiras e salários PC TO

As carreiras abaixo foram as contempladas pelo último edital. Além dos requisitos gerais, como idade, nacionalidade e situação civil e eleitoral, os cargos exigem escolaridade e requisitos específicos. Confira quais são:

Agente e Papiloscopista: para concorrer a estas vagas é preciso ter diploma de graduação de nível superior em qualquer área de formação, emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da educação, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Agente de Necrotomia: podem concorrer candidatos com formação superior em Enfermagem, cujo diploma é reconhecido pelo Ministério da Educação e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Delegado: é necessário possuir graduação completa de nível superior de bacharel em Direito, com diploma emitido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. Também é preciso ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Escrivão: os candidatos devem ter graduação de nível superior em qualquer área de formação, realizada em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, experiência básica em digitação e informática, e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Médico Legista: a escolaridade da vaga é bacharelado em Medicina, com registro no Conselho Regional de Medicina e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Perito Criminal: todas as vagas exigem graduação de nível superior, de acordo com a área especificado no edital e Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

De acordo com o Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração dos Servidores Públicos do Poder Executivo do Tocantins, publicado no Diário Oficial de 28 de dezembro de 2016, a partir do dia 1º de janeiro de 2017, as remunerações iniciais para profissionais da Polícia Civil são as seguintes:

  • Delegado 1ª Classe – R$ 13.144,62
  • Agente de Polícia, Agente Penitenciário, Agente de Necrotomia, Escrivão e Papiloscopista – R$ 5.081,51
  • Perito Oficial – R$ 11.355,97

Última prova e conteúdo programático concurso PC TO

O certame foi executado sob responsabilidade da Fundação Aroeira, ligada a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás).

Cada carreira teve passou por diferentes seleções, alterando a quantidade de fases, provas e número de questões. Para Agente, Escrivão, Papiloscopista e Agente de Necrotomia a seleção de candidatos aconteceu conforme a tabela abaixo:

Na prova objetiva de conhecimentos básicos os candidatos reponderam a questões de Língua Portuguesa, Informática, Conhecimentos Regionais, História e Geografia do Tocantins e Noções de Direitos Humanos.

No que diz respeito aos conhecimentos específicos, as 40 questões foram divididas de acordo com os temas fundamentais a cada área.

Já os candidatos às vagas de Delegado passaram pelas seguintes fases:

O conteúdo de conhecimentos básico foi composto por questões de Língua Portuguesa, Conhecimentos Regionais, História e Geografia do Tocantins e Estatuto dos Policiais Civis do Estado do Tocantins.

Os conhecimentos específicos tiveram questões de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direitos Humanos e Legislação Especial.

Para profissionais da área médica (Agente de Necrotomia e Médico Legal) foram submetidos às etapas demonstradas no quadro abaixo:

Nessas áreas, os itens de conhecimentos básicos foram compostos por Língua Portuguesa, Conhecimentos Regionais, História e Geografia do Tocantins, Informática, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

Já os conhecimentos específicos foram referente a cada área, de acordo com os tópicos presentes no edital.

Teste de Aptidão Física

Uma etapa comum a todas as carreiras do concurso da Polícia Militar do Tocantins (exceto Médico Legista), é o Teste de Aptidão Físico. Este teste também é conhecido como TAF. Muitos candidatos dedicam-se intensamente a preparação teórica e não se preparar adequadamente para o TAF.

Porém, tratando-se de um certame da área policial, a preparação física é imprescindível. Por isso, dedique-se a atividades que vão proporcionar o condicionamento adequado para executar as atividades do teste.

O teste é composto por flexão de braço, flexão abdominal e corrida de doze minutos. Os candidatos selecionados para realizar o TAF devem apresentar atestado médico de acordo com modelo disponível no edital.

Concorrência concurso PM TO

De acordo com a concorrência divulgada pela banca organizadora o carreira mais concorrida foi a de Papiloscopista, com 183,3 candidatos por vaga. Em segundo lugar ficaram os postos disponíveis para Agente, com 108 candidatos por vaga.

Outras vagas bastante concorridas foram as de Delegado de Polícia Civil, com 101,7 concorrentes por vaga. Nos demais cargos a concorrência foi de 35,7 para Escrivão, 42 para Médico Legista e 50,1 para Agente de Necrotomia.

Voltar ao topo

Deixe um comentário