scorecardresearch ghost pixel

Para transferir pelo Pix a outra pessoa precisa ter Pix também?

Saiba mais sobre o funcionamento de um dos meios de pagamento que mais ganhou adeptos nos últimos meses.

O Pix é o novo meio de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central (BC) para facilitar o dia a dia dos brasileiros. Por ele, é possível transferir recursos entre contas em poucos segundos, a qualquer hora ou dia. Tudo de forma prática, rápida e segura.

As transações podem ser realizadas a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta de pagamento pré-paga. Além de aumentar a velocidade nos pagamentos e envio de dinheiro, o Pix também tem como objetivos a longo prazo:

  • promover a inclusão financeira;
  • preencher as principais lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população;
  • alavancar a competitividade e a eficiência do mercado;
  • reduzir o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes; e
  • incentivar a eletronização do mercado de pagamentos de varejo.

Disponível amplamente para todas as pessoas e empresas que contam com uma conta (corrente, poupança ou de pagamento pré-paga), é muito fácil conseguir uma chave do Pix.

Entre tantas novidades, uma das dúvidas mais recorrentes sobre o serviço é se é possível enviar dinheiro para quem não possui Pix, ou então o contrário: receber de alguém que tem a chave se você não tiver.

É possível usar Pix sem ter a chave Pix?

Segundo o Banco Central (BC), mesmo aqueles que não cadastraram uma chave podem utilizar a ferramenta. Contudo, a instituição afirma que, nesses casos, o processo é um pouco mais trabalhoso.

A opção de cadastrar chaves (apelido que o usuário pode dar para sua conta e assim simplificar as transações) não é obrigatória. Dito isso, uma pessoa consegue enviar e receber dinheiro por Pix sem ter feito esse processo.

O que são e para que servem as chaves do Pix?

As chamadas chaves do Pix funcionam como um apelido da conta, ou seja, uma forma de receber pagamentos ou transferir dinheiro sem precisar passar os dados bancários, como nome completo, número de agência, conta e CPF.

É possível registrar o número de telefone, e-mail, CPF ou CNPJ como chave vinculada a uma conta. Outra possibilidade é gerar uma “chave aleatória”, criada pelo próprio sistema do Pix. Feito isso, quando quiser receber dinheiro para essa conta específica, o consumidor precisa apenas informar a chave que cadastrou durante as transações e pronto.

Mesmo sem cadastrar as chaves, posso transferir ou receber dinheiro pelo Pix?

A resposta é sim. O Pix opera normalmente utilizando os dados bancários, sem chaves ou cadastros adicionais. É possível realizar um Pix da mesma forma que se faz um TED, por meio de nome, número de conta, agência, etc.

Porém, atenção! Há uma condição para realizar transações financeiras pelo Pix sem chaves cadastradas. Para isso, o banco no qual o usuário é vinculado deve operar pelo Pix. De forma resumida, as chaves são apenas uma forma de simplificar todo esse processo.

Veja também: Como fazer transferências do Pix no Nubank?


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário