O que faz um advogado?

Profissional pode atuar em diversas áreas, representando pessoas físicas e jurídicas. Salários podem passar de R$ 35 mil.

O advogado é o profissional que representa interesses e direitos de pessoas, instituições e empresas em questões jurídicas, baseado na legislação vigente no país. Esse profissional é procurado quando alguém se sente lesado de alguma forma e pretende fazer uma acusação, ou quando se é acusado e necessita de defesa.

Desta forma, é o advogado quem estuda os casos, organiza provas orais e documentais, recomenda procedimentos e encaminha os processos para a Justiça. Além disso, ele acompanha clientes em audiências e elabora petições, contestações e recursos.

No entanto, um advogado não atua somente em casos de conflitos judiciais. Ele também pode fazer acordos, negociações, consultorias, entre outras questões.

O advogado deve ser comunicativo, questionador, ter um bom relacionamento interpessoal, se interessar por desafios, possuir o hábito de ler e estudar constantemente, e é claro, ter uma excelente argumentação para obter êxito em suas defesas.

Segundo estimativa do site Vagas, a média salarial de um Advogado é de R$ 3.418,00. No entanto, de acordo com o nível de experiência e área de atuação, a remuneração desse profissional pode chegar a mais de R$ 35 mil.

Formação

Para se tornar um advogado, é necessário cursar o bacharelado em Direito, que tem duração de cinco anos. Durante a graduação, o estudante fará disciplinas como:

  • Antropologia
  • Sociologia
  • Língua Portuguesa
  • Psicologia
  • Economia
  • Ética
  • Teoria do Estado
  • Direito Ambiental
  • Direito Civil
  • Direito Constitucional
  • Direito Penal
  • Direito Público
  • Direito Tributário
  • Direito do Consumidor

O estágio não é obrigatório em todas as instituições de ensino, mas é recomendado para que o estudante adquira experiência. Para se formar, é necessário apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

O bacharel em Direito só pode começar a atuar como advogado após a aprovação no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que é realizado 3 vezes por ano, para obter seu registro na instituição.

Atuação

Um advogado tem diversas possibilidades de atuação. Existem algumas áreas que são mais tradicionais e normalmente, são abordadas ainda durante a graduação:

  • Direito Civil – O profissional irá cuidar da defesa de direitos civis do cliente, como assuntos relacionados a herança, cobranças, danos morais, indenizações, contratos de compra e venda, entre outros.
  • Direito Penal – Atuação na defesa de clientes que foram vítimas de crimes ou são acusados de cometê-los. O advogado também pode trabalhar com Direito Penal Empresarial, em casos de crimes como sonegação fiscal, lavagem de dinheiro ou infrações em licitações.
  • Direito Trabalhista e Previdenciário – O advogado irá representar clientes em processos de disputas entre empresa e trabalhador ou prestar consultoria para empresas.
  • Direito Tributário – Nesta área, o profissional lida com questões relacionadas a pagamentos de impostos e tributos fiscais.
  • Direito Eleitoral – O advogado é responsável pela legitimidade dos resultados nas urnas, acompanhando campanhas, analisando a prestação de contas de candidatos e partidos e tudo que se refere ao sistema eleitoral.
  • Direito Empresarial – Quando o advogado presta assessoria jurídica para empresas, seja na abertura das mesmas, na elaboração e análise de contratos, no desligamento de sócios, entre outros.
  • Direito Ambiental – O profissional irá exercer atividades relacionadas à legislação ambiental, elaborando laudos para adquirir as licenças necessárias, fazendo que as empresas se adequem à legislação ambiental ou defendendo clientes envolvidos em crimes ambientais.
  • Direito Administrativo – É a área em que o advogado irá lidar com os princípios e regras que fiscalizam órgãos e agentes públicos.
  • Direito Constitucional –  Quando o profissional se dedica ao estudo e interpretação da Constituição.

Nos últimos anos surgiram outras áreas, que necessitam de especialização para que o advogado esteja qualificado, como Direito de Moda (envolve questões como trabalho escravo, plágio, sustentabilidade), Direito Desportivo (regulamento de esportes), Direito Homoafetivo (relacionado à união de casais LGBT, adoção, entre outros) ou Propriedade Intelectual (direito de receber recompensas financeiras sobre qualquer produção intelectual na indústria, ciência, literatura ou artes).

O profissional poderá trabalhar em escritórios de advocacia, como empregado ou em conjunto com sócio, e empresas, de forma autônoma (sob seu próprio nome). Também é possível optar pela carreira acadêmica.

Muitos preferem se dedicar a concursos públicos para seguir carreira de promotor, juiz ou delegado. Essa área é atrativa pois oferece uma ótima remuneração e estabilidade profissional, o que resulta em concursos altamente disputados.

O que faz um advogado?
Avalie
Voltar ao topo

Deixe um comentário