Concurso PF 2018 define Cebraspe como banca organizadora

Informação foi repassada pelo presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, após confirmação obtida junto à própria corporação.

Definida banca organizadora do concurso para provimento de vagas na Polícia Federal (Concurso PF 2018)! O Cebraspe foi selecionado como responsável pelo certame que ofertará 500 vagas em diversos cargos.

A informação foi repassada pelo presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens. Segundo ele, a confirmação foi obtida junto à própria Diretoria de Gestão da PF nesta terça-feira (22).

Mediante a decisão, o contrato poderá ser oficializado após conclusão de trâmites burocráticos. O nome vem após notícias de que a escolha da banca estava sob análise jurídica do Ministério da Segurança. Por isso, a informação, ainda, era mantida em segredo.

Apostila Preparatória Polícia Federal: AGENTE ADMINISTRATIVOESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL e COMUM A TODOS OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

Passados os procedimentos finais, a portaria de dispensa de licitação pode ser publicada no Diário Oficial da União em edição dos próximos dias. De qualquer forma, a definição da banca permitirá que o edital seja lançado no prazo previsto, ou seja, até junho.

A previsão, inclusive, foi confirmada ontem pelo diretor geral da PF, Rogério Galloro, durante evento de posse da superintendente regional da corporação em Fortaleza. Porém, havia sido adiantada pelo próprio ministro da Segurança, Raul Jugmann.

Concurso PF 2018

Diante do adiantamento dos trâmites, o edital deve ser publicado nos próximos dias. Basta que as duas instituições finalizem o cronograma e fechem o contrato.

O Concurso PF 2018 trará a oferta de 500 vagas distribuídas entre as seguintes carreiras:

  • 30 vagas para papiloscopista policial federal
  • 60 vagas para perito criminal federal
  • 80 vagas para escrivão de Polícia Federal
  • 150 vagas para delegado de Polícia Federal
  • 180 vagas para agente da Polícia Federal

As carreiras exigem formação de nível superior. Para escrivão, agente e papiloscopista, é aceita graduação em qualquer área, incluindo, cursos de tecnologia. A remuneração inicial para os três cargos é de R$ 12.441,26, mas, pode alcançar R$ 12.980,50 em 2019.

Candidatos ao cargo de delegado deve ter graduação em Direito, além da demanda mencionada sobre a habilitação. O cargo de perito, por sua vez, também exige formação de nível superior específica na área de atuação.

A remuneração para perito e delegado é de R$ 23.130,48 e, assim como as anteriores, pode ter reajuste no próximo ano, chegando a R$ 24.150,74.

Voltar ao topo

Deixe um comentário