Amazon e Alibaba podem comprar os Correios

Duas gigantes do setor de vendas online, a estadunidense Amazon e a chinesa Alibaba, estudam comprar os Correios após privatização da estatal. 

O presidente Jair Bolsonaro já demonstrou interesse em  privatizar os Correios e, recentemente, no dia 14 de junho, anunciou a demissão do presidente da estatal Juarez Aparecido de Paula Cunha que não concordava com a medida. No lugar de Juarez, Bolsonaro colocou Floriano Peixoto, general alinhado com o discurso de privatização.

Segundo a coluna Esplanada do jornal O Dia, assinada por Leandro Mazzini, duas gigantes do setor online e comércio eletrônico, a estadunidense Amazon e a chinesa Alibaba, estudam a possibilidade de compra dos Correios.

A enorme estrutura logística, com rotas e agências de distribuição de alcance local, que o Correios dispõe, foi o que gerou o interesse das grandes empresas em comprar a estatal. 

A coluna do jornal traz ainda a possibilidade da Amazon ou Alibaba se unirem a um grande banco nacional para realizar a compra. Assim, o serviço postal seria aproveitado pela instituição financeira enquanto a logística ficaria a cargo da empresa e-commerce. 

Ainda não há previsão para o início do processo de privatização dos Correios. 

Veja também: PIS/PASEP 2019/2020: Novo calendário sairá nas próximas semanas

Voltar ao topo

Deixe um comentário