Concurso IBGE: Edital retificado prorroga inscrições e altera data da prova

As inscrições agora poderão ser feitas até o dia 14 de junho, enquanto a prova foi adiada para o dia 04 de agosto. Ganhos são de até R$ 2.100,00.

Foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 10, o edital de retificação do concurso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O prazo para realizar as inscrições foi prorrogado, modificando todo o cronograma do certame, inclusive a data de aplicação da prova.

No total, estão sendo ofertadas 209 vagas temporárias para o Censo Experimental, assim distribuídas:

  • Agente censitário municipal – 04 vagas;
  • Agente censitário supervisor – 25 vagas;
  • Recenseador – 180 vagas.

As inscrições agora podem ser feitas até a próxima sexta-feira, dia 14 de junho. Os interessados podem se registrar pelo site da banca organizadora da seleção, o Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade).

A taxa de inscrição é de R$ 42,50 para as vagas de agente, e de R$ 25 para recenseador, e deve ser paga até o dia 17 de junho, nas agências do Banco do Brasil. Candidatos cadastrados no CadÚnico e doadores de medula óssea podem solicitar a isenção da taxa.

Todos os candidatos serão avaliados por meio de uma prova objetiva, sendo que para o cargo de recenseador também será necessário passar por um treinamento para a aplicação de conceitos e procedimentos estabelecidos para o Censo Experimental 2019.

A divulgação do resultado final está prevista para o dia 29 de agosto. O prazo de validade do concurso será de seis meses, contados a partir da divulgação do resultado final, e poderá ser prorrogado por igual período.

O Censo Experimental é uma espécie de teste para o Censo Demográfico que será realizado no ano que vem. O Censo Experimental será realizado em Poços de Caldas – MG, entre os dias 2 e 6 de setembro.

Concurso IBGE Temporários: Vagas ofertadas

Para as vagas de agente, a escolaridade exigida é nível médio, sendo que para agente censitário municipal a remuneração é de R$ 2.100, e para agente censitário supervisor é de R$ 1.700,00, ambos com contrato de até seis meses.

Já para o cargo de Recenseador a exigência é nível fundamental, sendo que a duração do contrato é de até dois meses e a remuneração varia de acordo com a produção.

As vagas de agente terão inscrição única, sendo que os candidatos que obtiverem melhor classificação no certame irão atuar como agente censitário municipal. O restante dos classificados para agente irá atuar como agente censitário supervisor. Ambos terão uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, enquanto o recenseador deverá ter carga horária de no mínimo 25 horas.

Provas do Concurso IBGE

De acordo com o edital de retificação, a prova objetiva do concurso, que antes seria aplicada em 21 de julho, foi adiada para o dia 04 de agosto. As provas serão compostas por 50 questões para o cargo de recenseador, e 60 questões para agentes censitários, distribuídas da seguinte forma:

Recenseador (50 questões)

  • Língua Portuguesa – 15 questões;
  • Matemática – 15 questões;
  • Conhecimentos Técnicos – 20 questões.

Agente Censitário (60 questões)

  • Língua Portuguesa – 15 questões;
  • Raciocínio Lógico e Quantitativo – 10 questões;
  • Conhecimentos Técnicos – 10 questões;
  • Noções de Administração e Situações Gerenciais – 25 questões.

Serão desclassificados do concurso os candidatos que obtiverem pontuação inferior a 30% da prova, ou que obtiverem nota zero em alguma disciplina. Para os cargos de agente, a classificação será feita seguindo a ordem decrescente da nota obtida.

Já para recenseador, serão classificados para o treinamento os candidatos que forem aprovados dentro do número de vagas ofertadas, sendo que os demais formarão cadastro de reserva.

Para mais informações, acesse:

Edital – Concurso IBGE 2019

Edital de retificação – Concurso IBGE 2019

Voltar ao topo

Deixe um comentário