Abono salarial PIS/Pasep aumenta quase R$ 50 em 2020; Entenda!

Trabalhadores que optaram por sacar o dinheiro a partir deste ano terão um valor maior do que quem fez a retirada em dezembro de 2019.

Alguns trabalhadores começarão o ano com o pé direito! Isso porque, ao contrário daqueles que fizeram a retirada do abono do PIS/Pasep em dezembro de 2019, esses cidadãos poderão ser contemplados com o aumento de quase R$ 50 no benefício.

O acréscimo se dá em função do reajuste do salário mínimo de R$ 998 para R$ 1.039, que influi sobre o valor da contribuição tributária realizada pelas empresas, destinada aos trabalhadores.

Além do abono do PIS estar disponível para trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro, o valor será liberado mensalmente para os aniversariantes de janeiro a junho.

Quanto receber?

O valor a ser recebido varia conforme o número de meses trabalhados no ano-base. Aqueles que trabalharam por apenas um mês em 2018, o valor mínimo, que era de R$84, sobe para R$86,58, um aumento de R$2,58. Já aqueles que atuaram durante o ano inteiro, o valor sobe dos R$998 para R$1.039, um aumento de R$41.

Calendário de saques PIS

Mês de nascimento Data de saque
Julho 25/07/2019
Agosto 15/08/2019
Setembro 19/09/2019
Outubro 17/10/2019
Novembro 14/11/2019
Dezembro 12/12/2019
Janeiro e Fevereiro 16/01/2020
Março e Abril 13/02/2020
Maio e Junho 19/03/2020

Calendário de saques Pasep

Dígito final Data de saque
0 25/07/2019
1 15/08/2019
2 19/09/2019
3 17/10/2019
4 14/11/2019
5 16/01/2020
6 e 7 13/02/2020
8 e 9 19/03/2020

Onde sacar?

Clientes da Caixa recebem o dinheiro automaticamente na conta. Aqueles que não possuem conta no banco ou possui Cartão do Cidadão com senha cadastrada poderão retirar os recursos em casas lotéricas, pontos de atendimento Caixa Aqui ou terminais de autoatendimento da Caixa.

Caso não possua o Cartão do Cidadão, o valor pode ser retirado em qualquer agência do banco, com apresentação do documento de identificação oficial com foto.

Veja também: PIS/Pasep em 2020 será de até R$ 1.039; Confira os calendários de pagamentos

Voltar ao topo

Deixe um comentário