Facebook doará R$ 14 mi para apoiar mais de 1.200 pequenas empresas no Brasil; Veja como se inscrever

Por meio do Programa de Subsídios para Pequenas Empresas, o Facebook irá oferecer US$ 100 milhões em doações para empresas em mais de 30 países.

O Facebook vai destinar R$ 14 milhões a pequenas e médias empresas brasileiras que estão passando por um momento de crise durante a pandemia do coronavírus. No total, serão mais de 1.200 empresas beneficiadas no Brasil.

De acordo com o Facebook, o Programa de Subsídios para Pequenas Empresas irá oferecer US$ 100 milhões, apoiando 30.000 empresas qualificadas em mais de 30 países. O subsídio será oferecido em dinheiro e em créditos para anúncios durante a pandemia.

O valor poderá ser utilizado para oferecer suporte aos funcionários, ajudar com custos operacionais e de aluguel, conectar-se com mais clientes, apoiar a comunidade, entre outros.

As pequenas e médias empresas são responsáveis por 52% dos empregos formais no Brasil, de acordo com o Sebrae, e estão entre as mais afetadas pela crise. Desta forma, manter o fluxo de caixa tem sido um desafio para os negócios de menor porte.

Requisitos

Para receber as doações do Facebook, as empresas interessadas devem cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter entre 2 e 50 funcionários;
  • Estar funcionando há mais de um ano;
  • Ter sido impactada nos negócios pela Covid-19;
  • Estar em uma localização onde o Facebook tem escritório, ou próximo a ela. No Brasil, o Facebook possui escritórios em Brasília-DF e em São Paulo-SP.

Como solicitar?

As inscrições já estão abertas no Brasil. Para solicitar as doações do Facebook, os interessados devem se candidatar na página do programa.

É necessário apresentar os seguintes documentos:

  • CPF do representante legal;
  • Cartão CNPJ atualizado;
  • Última versão do contrato social ou ata de constituição da empresa;
  • Guia de pagamento do FGTS (Competência 31/01/2020);
  • Certidão de Regularidade Fiscal.

Leia também: Micro e pequenas empresas inadimplentes não serão excluídas do Simples em 2020

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário