WhatsApp pode virar banco? Saiba como funcionam os pagamentos pelo aplicativo

Quem tem conta no BB, Nubank ou Sicredi poderá fazer transferências pelo app. Banco Central libera Visa e Mastercard para fazerem testes no WhatsApp Pay.

A possibilidade de realizar transações bancárias sem sair do WhatsApp tem dado o que falar. Há quem diga que o aplicativo pode virar banco. Mas a empresa afirmou que “não está nos planos” virar uma instituição bancária, nem fornecer uma carteira digital no serviço. O intuito é apenas disponibilizar pagamentos digitais mobile, e não oferecer crédito.

Para permitir que usuários do WhatsApp façam transferência de valores entre contatos, a empresa não precisou virar uma instituição bancária, já que, no Brasil, a Cielo viabiliza os pagamentos. Inclusive por causa disso o aplicativo escapou de regulamentações específicas para o setor.

Como funciona o WhatsApp Pay?

O novo recurso, vinculado à carteira Facebook Pay, permite que usuários do WhatsApp façam transferência de valores entre contatos.  A princípio, somente pessoas com contas no Banco do Brasil, Nubank e Sicredi poderão realizar as transações. A taxa cobrada sobre o valor da transação é 3,99% para usuários do WhatsApp Business, e taxa zero para pessoa física.

Renato Mendes, professor na pós-graduação de marketing digital do Insper e da PUC-RS, explica que a taxa é pouco competitiva: “Se você não tem nada, é uma ótima solução. Se você tem maquininha, pode fazer a conta e questionar se vale a pena”. O WhatsApp afirmou que a taxa é usada somente para cobrir os custos do processamento da Cielo, para proteção contra fraudes e suporte aos comerciantes.

Banco Central libera testes no Brasil

Em junho o Banco Central havia suspendido o WhatsApp Pay porque queria “avaliar eventuais riscos” à concorrência e à privacidade. Mas a Visa e Mastercard já podem fazer testes no aplicativo. O Banco Central liberou que as duas bandeiras de cartão façam transações de baixo valor enquanto a ferramenta não é autorizada para o consumidor final.

“A funcionalidade ficará liberada apenas para um grupo limitado de cartões que realizarão transações de baixo valor”, a Mastercad explicou à Reuters. A Visa também recebeu a autorização do BC apenas para testes, não para operação comercial. “Acreditamos que esse é um passo importante para continuar aperfeiçoando esse modelo de pagamento e inserir mais parceiros no projeto”, afirmou a Visa em comunicado.

Veja mais: Novo recurso do WhatsApp permite pesquisar mensagens no Google

Voltar ao topo

Deixe um comentário