Conheça as funcionalidades do Caixa Tem, aplicativo que já criou 100 milhões de poupanças digitais no Brasil

Entre as funcionalidades oferecidas pelo aplicativo, estão pagamento por QR code, saque e transferência bancária sem cobrança de tarifas.

A Caixa Econômica Federal atingiu, na última quarta-feira (4), a marca de 100 milhões de contas na modalidade poupança social digital. A conta é responsável pelo pagamento de programas criados pelo governo, com o objetivo de auxiliar cidadãos brasileiros a enfrentar a crise econômica durante o período de pandemia.

Através do aplicativo Caixa Tem, os cidadãos conseguem receber o pagamento de benefícios como Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), auxílio emergencial, auxílio emergencial extensão e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) emergencial.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o próximo passo é a inclusão da opção de crédito na conta. “Em tempo recorde, abrimos mais de 60 milhões de contas para os brasileiros mais humildes e levamos alento no momento mais difícil da pandemia. Agora, chegamos a 100 milhões na maior ação de bancarização da história brasileira. E ainda vamos fazer mais: iremos promover o maior programa de Microcrédito da América Latina. Isso é motivo de muito orgulho”, revelou.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, destacou a importância do Caixa Tem para a retomada da economia brasileira: “Eu costumo dizer que perdemos a revolução industrial, mas não podemos perder a revolução digital. O exemplo da Caixa mostra a capacidade do Brasil, que foi fundamental para tornar possível essa assistência social. Hoje, o cenário é: temos uma doença cedendo, e uma economia voltando. A economia brasileira é uma das que estão se recuperando mais rápido. E, agora, estamos preparamos para enfrentar dificuldades que possam vir”.

Auxílio emergencial e Caixa Tem

Anunciado no mês de março, o auxílio emergencial foi uma das medidas adotadas pelo governo de Jair Bolsonaro para minimizar os impactos gerados pela pandemia de Covid-19. Os pagamentos começaram em abril, em parcelas de R$600, que eram inicialmente três e foram prorrogadas por mais dois meses. Em seguida, houve uma segunda prorrogação, agora de quatro parcelas, com valor reduzido para R$ 300. Essas serão pagas até dezembro deste ano.

O pagamento do benefício é feito primeiro na conta poupança social digital da Caixa. Através do aplicativo Caixa Tem, o cidadão já pode realizar compras e pagamentos usando os dados do cartão de débito virtual. Além de evitar aglomerações nas agências nas datas dos saques, o objetivo do aplicativo era de que os cidadãos pudessem realizar compras e pagamentos de forma imediata, mesmo sem o dinheiro físico.

Segundo a Caixa, 109 milhões de pessoas se cadastraram para receber o auxílio emergencial. Até o momento, foram realizados 386,7 milhões de pagamentos para 67,8 milhões de beneficiários, totalizando R$ 242,6 bilhões creditados, incluindo o Auxílio Emergencial Extensão, com o valor reduzido para R$ 300.

Sem custos

Através do Caixa Tem, os brasileiros têm acesso ao saque ou transferência bancária, para qualquer banco, sem cobrança de nenhuma tarifa. Também não é cobrada taxa de manutenção da conta. Além de conseguir realizar compras utilizando os dados do cartão virtual disponível no aplicativo, os cidadãos também contam com a opção de pagamento através de leitura de QR Code, diretamente na maquininha.

Veja também: Poupança social digital da Caixa terá limite de movimentação de até R$ 5.000; Veja outras mudanças

Voltar ao topo

Deixe um comentário