scorecardresearch ghost pixel

Comece 2021 com crédito! Conheça o empréstimo Sebrae de até R$ 12,5 mil para MEI

Em parceria com a Caixa Econômica Federal, Sebrae está disponibilizando crédito para capital de giro para microempreendedores. Saiba mais sobre a modalidade.

Começar o próprio negócio pode ser muito difícil, principalmente no que diz respeito ao acesso a crédito. Isso porque, muitas vezes, os pequenos empreendedores não tem condições de oferecer garantias para o pagamento do empréstimo, o que pode impedir sua contratação.

Por outro lado, existem bancos e instituições que oferecem condições facilitadas em empréstimos para Microempreendedores Individuais (MEI), cujo valor pode ser utilizado para investir no próprio negócio.

É o caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), que em parceria com a Caixa Econômica Federal, está disponibilizando crédito para capital de giro. Saiba mais sobre esta modalidade a seguir.

Empréstimo Sebrae para MEI

O Sebrae e a Caixa desenvolveram uma linha de crédito para MEIs, na qual o empréstimo é destinado ao financiamento de capital de giro. Ao todo, a estatal disponibilizou R$ 12 bilhões, por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

A modalidade foi criada com o objetivo de apoiar financeiramente os microempreendedores, sendo uma das medidas de enfrentamento da crise decorrente da pandemia do coronavírus. Além dos MEIs, também podem solicitar o empréstimo do Sebrae as microempresas e empresas e pequeno porte.

Condições do empréstimo Sebrae MEI

A linha de crédito especial conta com taxas de juros e prazos diferenciados. O valor do empréstimo varia de acordo com o tipo de empresa. Confira:

  • MEI: Valor máximo de R$ 12,5 mil;
  • Microempresas: Valor máximo de até R$ 75 mil;
  • Pequenas Empresas: Até R$ 125 mil.

As taxas de juros do empréstimo também variam de acordo com o mesmo critério. Sendo assim, será cobrada uma taxa de 1,59% ao mês para MEI, de 1,39% ao mês para microempresas e, por fim, de 1,19% para empresas de pequeno porte.

Além disso, é necessário possuir um CNPJ com pelo menos 12 meses de faturamento, e não ter restrições no CPF do representante nem no CNPJ da empresa.

Como solicitar?

O processo de contratação do empréstimo do Sebrae em parceria com a Caixa inclui, além da análise de crédito, consultoria e capacitação do empreendedor, sendo realizado em até três fases, a saber:

  1. Faça o cadastro no site do Sebrae. Após a inscrição, a instituição recomenda que os interessados assistam ao vídeo disponível na página, que tem duração de cinco minutos, no qual são explicadas as condições do empréstimo para que o empreendedor decida se esta é a melhor opção para o seu negócio;
  2. O Sebrae irá realizar a atualização dos dados do solicitante em até 72 horas. Após esse prazo, o MEI poderá acessar o site da Caixa ou comparecer à uma agência para solicitar o empréstimo. Caso o crédito seja aprovado, a instituição entrará em contato para informar ao empreendedor;
  3. Em caso de inadimplência, o Sebrae irá oferecer uma consultoria online para o MEI para auxiliar na recuperação da empresa e fazer a renegociação da dívida, se necessário.

Documentos necessários

Os documentos exigidos para a contratação do empréstimo Sebrae MEI são:

  • CNPJ;
  • CPF dos representantes da empresa e dos sócios, se for o caso;
  • Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI);
  • Comprovante de endereço do representante;
  • DASN-Simei com o faturamento dos últimos 12 meses.

Leia também: É MEI? Saiba como solicitar o empréstimo de até R$ 2 mil IOUU e Baduk


Voltar ao topo

Deixe um comentário