scorecardresearch ghost pixel

Confirmado! Após fim do auxílio emergencial, Bolsa Família volta em 2021

Ideia para o próximo ano é contemplar mais famílias com o benefício concedido pelo programa.

Bolsa Família vai retornar em 2021. Esta foi a alternativa encontrada pelo Governo Federal para o momento, já que o auxílio emergencial de R$ 300 chega ao fim neste mês e a criação do Renda Cidadã, que pretende substituir o auxílio e incluir o Bolsa Família em 2021, segue sem acordo.

Atualmente, o Bolsa Família beneficia mais de 14 milhões de brasileiros, com um orçamento anual de R$ 29 bilhões. Para o próximo ano, a ideia é contemplar mais famílias com o benefício concedido pelo programa. Para que isso seja possível, o Governo Federal prevê um orçamento de R$ 35 bilhões para 2021.

Fontes do Governo afirmam que para a ampliação da margem do orçamento, será necessário reformar o compromisso com a disciplina fiscal. Além disso, a possível inclusão de mais brasileiros ao programa só deve acontecer quando o orçamento da União para 2021 for discutido, em fevereiro do próximo ano.

Renda Cidadã

A ideia inicial do Governo Federal com o fim do auxílio emergencial era a criação de um novo programa assistencial, chamado Renda Cidadã, que substituiria o Bolsa Família e o auxílio. Embora o texto que cria o programa já tenha sido apresentado, em função de seu modelo de financiamento o programa não avançou.

Neste sentido, ainda não há uma definição sobre o lançamento do novo programa. No momento, existe uma discussão sobre o tema entre parlamentares, o presidente Jair Bolsonaro e os ministros da Secretaria do Governo, Eduardo Ramos e da Economia, Paulo Guedes.

De acordo com informações do blog da jornalista Andréia Sadi, da Globo News, integrantes do governo Bolsonaro procuram uma solução com o fim do auxílio emergencial, uma vez que o benefício promoveu um crescimento na popularidade do presidente.

Leia ainda: Caixa vai liberar parcelas de até R$ 4.800 do auxílio emergencial; Veja quem vai receber


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário