scorecardresearch ghost pixel

Pague sem senha: Limite de pagamento por aproximação sobe para R$ 200

Primeira atualização de pagamento por tecnologia NFC foi feita em julho, com alta de R$ 50 para R$ 100. Esse é o segundo aumento do limite feito em 2020.

A Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) definiu o novo limite para pagamento por tecnologia de aproximação, subindo para R$ 200. A atualização se deu em função do crescimento na demanda. De acordo com a Abecs, R$ 22,7 bilhões foram movimentados pela modalidade, entre janeiro e dezembro de 2020. Assim, houve avanço de 478% em comparação a igual período de 2019.

A associação estima que os pagamentos em tecnologia NFC finalizem o ano com movimentação de R$ 40 bilhões. Essa é a segunda alta de ano, já que em julho o limite foi de R$ 50 para R$ 100.

Mais segurança nos pagamentos

Além da rapidez em pagar, a inovação se popularizou em razão da prevenção de contágio do novo coronavírus, no cenário de pandemia. Isso porque não é necessário ter contato físico com as maquininhas de cartão, sendo preferência dos clientes.

Ainda, o novo limite poderá fazer com que os pagamentos por aproximação estejam liberados para quantias gastas em 80% das operações com cartão.

O presidente da Abecs, Pedro Coutinho, disse para a imprensa que o órgão não teve grandes problemas de segurança desde julho. Nesse período foi apresentado o primeiro aumento no limite, para R$ 100. Agora, o teto dos pagamentos em tecnologia NFC é de R$ 200.

Veja ainda: Sem grana para as compras de fim de ano? Veja 5 cartões com pagamento só em 2021


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário