scorecardresearch ghost pixel

Conheça 6 mitos sobre o cartão de crédito Nubank; Veja antes de pedir

Lista conta com alguns mitos e inverdades a respeito da ferramenta, tida como o carro-chefe da linha de produtos da fintech.

Colocar um fim na complexidade e nos excessos de burocracias dos bancos tradicionais. Essa tem sido a principal missão do Nubank desde a sua criação, em 2013. Com mais de 13 milhões de usuários no país, a fintech (financeira digital) já se consolidou como uma das empresas de maior interesse pelos consumidores quando o assunto são serviços bancários.

Conta digital gratuita, programa de pontos, seguro de vida, opções de investimento em CDI e RDB, além de transferências ilimitadas são apenas alguns destaques da carteira de produtos Nubank. Contudo, o grande sucesso da marca é sem dúvida o cartão de crédito, mais conhecido como “roxinho”.

Ao se tornar alvo de grande interesse por parte do público brasileiro, a instituição também acaba gerando dúvidas em relação à certas questões relacionadas ao cartão. Veja!

6 mitos envolvendo o cartão de crédito Nubank

Para evitar confusões, preparamos uma lista com alguns mitos e inverdades a respeito do cartão de crédito Nubank, a saber:

  1. O cartão Nubank não é isento de burocracia: assim como as principais instituições financeiras, a fintech também realiza uma análise de crédito de quem deseja se tornar usuário do cartão de crédito. As verificações se resumem em consultas ao SPC, Serasa e demais birôs de crédito.
  2. O Nubank não oferece cartão pré-aprovado: pegando como gancho o mito anterior, é falso notícias que declaram a existência do cartão Nubank de forma pré-aprovada. Como dito acima, a empresa realiza uma análise minuciosa do perfil financeiro do consumidor antes de incluí-lo na base de consumidores do roxinho.
  3. Fazer o pedido do cartão várias vezes ajuda na liberação: a fintech já declarou que não consegue aprovar de maneira imediata todos os pedidos de cartão. A pessoa que se cadastra e se torna um cliente da conta do Nubank pode receber a aprovação no roxinho. No entanto, em caso de negativa, o banco digital recomenda enviar um novo pedido meses depois, quando há chances de aumento do score de crédito.
  4. Ser indicado por alguém com limite alto garante aprovação no cartão: a análise feita pelo Nubak leva em consideração inúmeros critérios. A indicação de quem já é cliente pode influenciar durante o processo, mas não garante que o requerente receba a aprovação no cartão. Um dos motivos tem a ver com o histórico financeiro, que varia para cada usuário.
  5. Declarar altos rendimentos ajudam a conseguir aprovação: ter uma renda consideravelmente alta não significa aprovação imediata no cartão de crédito Nubank. Existe sim a possibilidade de comprovar renda anexando a folha de pagamento no próprio aplicativo. No entanto, a informação é apenas um dado dos vários levados em consideração durante as análises.
  6. Nubank realiza cancelamento em massa de cartões: a ideia de que o Nubank realiza o cancelamento de cartões de crédito em massa é considerada um mito. O que pode acontecer, em alguns casos, são os chamados “cancelamentos pontuais”, em casos muito específicos. Como por exemplo, quando há quebra de cláusulas contratuais devido a má utilização da ferramenta.

Por tudo isso, o Nubank esclarece que tenta ao máximo entender quem é seu consumidor, na tentativa de melhorar o diálogo com quem utiliza seus serviços. Em se tratando das aprovações, a fintech já declarou que encontra, em muitos casos, dificuldades no momento da análise em razão da falta de informações disponíveis dos novos usuários.

Leia ainda: Nubank: Conheça truque para aumentar limite de R$ 50 ou mais


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário