scorecardresearch ghost pixel



Aprenda a cultivar salsinha em vasos e dentro de casa sem segredo

Dá para ter salsinha em vaso por muito tempo se seguir as orientações certas. Aprenda o que deve ser feito e colha seu próprio vegetal.



Ter uma horta em casa é o desejo de muitos moradores, aliás, essa vontade cresceu na pandemia. Com as pessoas mais em casa, nada melhor do que ter produtos fresquinhos sempre à mão. E como tudo tem um começo, que tal iniciar por um dos temperos mais utilizados na cozinha brasileira? A salsinha pode ser plantada em vasos e cultivada até em apartamentos.

Veja também: Adubo poderoso para suculentas com apenas 3 ingredientes

Contudo, é necessário entender que as plantas precisam de certos cuidados para crescerem saudáveis. De fato, esses cuidados são bem menores em comparação às necessidades de alguns animais. Contudo, para garantir uma boa vida aos vegetais, alguns detalhes fazem toda a diferença. 



Todo mundo sabe que é necessário aguar as plantas, ter uma terra fértil e um local adequado. Mas como isso tudo deve ser feito para garantir uma produção saudável e vistosa? Aliás, como manter a salsinha, que é tão delicada, sempre exuberante em pequenos vasos? Você vai descobrir isso a partir de agora.

O local adequado para plantar salsinha

Sempre pesquise sobre as condições para que cada planta se desenvolva bem. Hortaliças e frutas são bem diversas e podem ter espécies que resistem bem ao sol e outras que  precisam de sombra. O ideal é utilizar telas e sombrites para garantir luz solar dosada e filtrar um pouco dos raios.

No caso da salsinha, trata-se de uma planta que prefere ambientes frescos e temperaturas mais amenas. O ideal é que o clima fique entre 10ºC e 22ºC, algo difícil de encontrar no Brasil. O jeito é encontrar o local mais fresco da casa para manter a salsinha.



As condições adequadas para plantar salsinha

Além do lugar ideal, é preciso que o solo seja rico em nutrientes e tenha condições para o desenvolvimento das plantas. Aposte em substrato com terra menos densa e não compactada. Adicione adubo, de preferência alguma terra já adubada, ou restos de legumes e verduras.

Sempre jogue água nas raízes da salsinha e pela manhã. O calor pode evaporar as gotículas antes que elas sejam absorvidas pelas raízes. Além disso, excesso de umidade nas folhas promove aparecimento de fungos. Mais do que isso, em dias muito frios, a água pode causar um choque térmico na planta ou até congelar.

É preciso evitar os horários de maior calor e exposição solar. Assim, a planta consegue ter tempo hábil para que a água seja absorvida sem pressa pelo solo e pelas raízes. Não deixe o solo encharcado.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário