scorecardresearch ghost pixel



Excluídos do Bolsa Família podem receber o Auxílio Brasil?

Brasileiros que deixaram de fazer parte do antigo programa questionam se podem solicitar o novo benefício.



O Auxílio Brasil teve início em novembro, logo após a extinção do antigo Bolsa Família. Embora algumas regras tenham mudado, o novo programa de transferência de renda segue os mesmos moldes do antigo, como calendário de pagamento e formas de ingresso.

Leia mais: Auxílio emergencial 2022 de R$ 600 tem calendário divulgado; Veja quem recebe

Em janeiro, o Ministério da Cidadania confirmou que mais de 17 de milhões de pessoas terão acesso ao benefício. O número representa um acréscimo de cerca de 2,7 milhões de famílias em relação à folha de pagamento de dezembro.



Assim como já era de costume, a Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência) fará um pente fino para verificar se o beneficiário ainda satisfaz os critérios de elegibilidade. Caso esteja fora de alguma das exigências, seu pagamento será bloqueado.

Bolsa Família bloqueado pode receber Auxílio Brasil?

Quem sofreu o bloqueio do Bolsa Família tem a possibilidade receber o Auxílio Brasil. Contudo, o cidadão precisa resolver a pendência que levou à suspensão dos pagamentos. Conheça alguns dos motivos mais comuns para bloqueio do benefício:

  • Morte do beneficiário ou de toda a família;
  • Desligamento da pessoa da família responsável pelo cadastro, desde que não esteja prevista transferência para outra família;
  • Família não localizada por período igual ou superior a 48 meses;
  • Recusa, por parte da família, em prestar informações;
  • Omissão de informação ou prestação de informação inverídica comprovada;
  • Solicitação do próprio beneficiário; e
  • Decisão judicial.


Regras do Auxílio Brasil

Se você já fez parte da folha de pagamento do Bolsa Família e agora quer solicitar o novo benefício, precisa estar de acordo com as seguintes regras:

  • Ter registro atualizado no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico);
  • Estar situação de extrema pobreza (renda familiar de até R$ 105 por pessoa); ou
  • Estar situação de pobreza (renda familiar de até R$ 210, desde que tenha uma gestante, nutriz ou menor de 21 anos em sua composição).

Para consultar a situação do benefício ou tirar dúvidas sobre o programa, acesse o aplicativo Auxílio Brasil, o aplicativo Caixa Tem ou ligue para o atendimento da Caixa pelo telefone 111.




Voltar ao topo

Deixe um comentário