scorecardresearch ghost pixel



Antecipação do 13º salário do INSS é adiada? Veja como fica

Decisão do governo é de não antecipar o pagamento do 13º salário para os aposentados e pensionistas do INSS.



O calendário de pagamentos para o 13º salário dos aposentados e pensionistas do INSS já havia sido divulgado. Contudo, parece que o jogo virou e o dinheiro não será mais antecipado por conta de uma decisão governamental.

Vale destacar que o pagamento foi estipulado ainda em 2020, por meio de um decreto. Ainda assim, as dúvidas já existiam antes dessa última informação que veio diretamente de Brasília.

Veja também: Calendário FGTS mostra quem ainda pode sacar o benefício em 2022

A antecipação do 13º salário dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) despertou expectativa em muita gente. Ao todo, 36 milhões de aposentados, pensionistas e beneficiários aguardavam que ocorresse o mesmo que aconteceu nos anos anteriores (2020 e 2021). A realidade, porém, não demonstra ser muito otimista.



Antecipação suspenda por ação do governo

A imprensa nacional começou a divulgar recentemente que a antecipação dependia apenas do aval da presidência brasileira. Porém, o atual chefe do executivo decidiu não aprovar a continuidade do que estabelecia o decreto 10.410, de 30 de junho de 2020. O motivo seria a falta de recursos no orçamento público para viabilizar o pagamento antecipado de todas as parcelas.

De acordo com o governo, não é possível esperar que o depósito seja antecipado sempre. Vale destacar que os motivos que levaram a essa ação nos últimos dois anos foram baseados na situação da pandemia. Hoje, a economia está em funcionamento e não há motivos, segundo o governo, para que a antecipação seja realizada.



Como fica o calendário da primeira parcela do 13º neste ano:

Para quem recebe até 1 salário-mínimo:

  • Benefício final 1: recebe dia 25 de agosto;
  • Benefício final 2: recebe dia 26 de agosto;
  • Benefício final 3: recebe dia 29 de agosto;
  • Benefício final 4: recebe dia 30 de agosto;
  • Benefício final 5: recebe dia 31 de agosto;
  • Benefício final 6 recebe dia 1º de setembro;
  • Benefício final 7: recebe dia 2 de setembro;
  • Benefício final 8: recebe dia 5 de setembro;
  • Benefício final 9: recebe dia 6 de setembro;
  • Benefício final 0: recebe dia 8 de setembro.

Para quem ganha acima de um salário

  • Benefício final 1 e 6 recebe dia 01 de setembro;
  • Benefício final 2 e 7: recebe dia 02 de setembro;
  • Benefício final 3 e 8: recebe dia 05 de setembro;
  • Benefício final 4 e 9: recebe dia 06 de setembro;
  • Benefício final 5 e 0: recebe dia 08 de setembro.


2ª parcela

Para quem ganha até um salário-mínimo

  • Benefício final 1: recebe dia 24 de novembro;
  • Benefício final 2: recebe dia 25 de novembro;
  • Benefício final 3: recebe dia 28 de novembro;
  • Benefício final 4: recebe dia 29 de novembro;
  • Benefício final 5: recebe dia 30 de novembro;
  • Benefício final 6: recebe dia 01 de dezembro;
  • Benefício final 7: recebe dia 02 de dezembro;
  • Benefício final 8: recebe dia 05 de dezembro;
  • Benefício final 9: recebe dia 06 de dezembro;
  • Benefício final 0: recebe dia 07 de dezembro.

Para quem ganha acima de um salário:

  • Benefício final 1 e 6: recebe dia 01 de dezembro;
  • Benefício final 2 e 7: recebe dia 02 de dezembro;
  • Benefício final 3 e 8: recebe dia 05 de dezembro;
  • Benefício final 4 e 9: recebe dia 06 de dezembro;
  • Benefício final 5 e 0: recebe dia 07 de dezembro




Voltar ao topo

Deixe um comentário