scorecardresearch ghost pixel



Saiba como cuidar da peperômia, o xodó dos apaixonados por plantas

As peperômias não são novidades, porém sua procura cresceu nos últimos anos. Elas são fáceis de cuidar e com bom custo-benefício.



A peperômia é uma planta que tem conquistado cada vez mais o apreço dos apaixonados por vegetais no Brasil. Por ser extremamente fácil de cultivar e ainda apresentar uma estética agradável, é indicado que os iniciantes comprem as mudas para ornamentar a casa. Mais do que bom custo-benefício e beleza, a peperômia se destaca pelas suas propriedades à saúde também.

Veja também: Umidificador de ar natural: conheça 5 plantas para ter na sua casa

O vegetal é um dos mais usados para decorar interiores de imóveis e escritórios. Isso ocorre já que estamos diante de uma planta capaz de purificar o ar interno das casas. Suas folhas verde-escuras podem ajudar muito em ambientes com pessoas que sofrem com alergias e problemas respiratórios. Além disso, a crença popular diz que a peperômia é um símbolo de proteção e traz boas energias para quem a cultiva.

Como cultivar peperômia em vasos

No Brasil, as peperômias se adaptam muito bem, já que pertencem a uma família de plantas tropicais ou subtropicais. Assim, o clima local agrada e propicia o cultivo do vegetal em praticamente qualquer espaço. Além disso, existe uma gama enorme de variações da espécie, ultrapassando a casa dos 1 mil representantes.



Os tipos mais comuns de peperômias são:

  • Filodendro;
  • Caperata;
  • Variegata;
  • Pendente.

Essas são encontradas com bem mais facilidade em, praticamente, qualquer floricultura local. O preço também é um fator importante, já que são vegetais bem baratos, com mudas que tem valores irrisórios. Claro que as plantas adultas e bem desenvolvidas podem chegar a preços bem mais altos.

Dicas para cuidar da peperômia

Como dito anteriormente, os cuidados com essa planta são bastante simples. Primeiramente, você precisará de uma terra fértil e bem adubada, além de um vaso médio ou grande. Ela pode ser plantada tanto em jardins quanto em apartamentos ou ambientes internos. Isso porque a peperômia adora locais bem iluminados, mas sem a presença de luz direta, já que os raios solares queimam suas folhas.

Depois de bem plantada, basta renovar o adubo uma vez por ano e manter as regas em dia. Molhe o solo sempre que notar que a terra já está ficando seca, mas evite encharcar.




Voltar ao topo

Deixe um comentário