scorecardresearch ghost pixel



Dinheiro esquecido: Conheça o maior valor a receber sacado por uma pessoa

Executivo do Banco Central revela que pessoa física resgatou quantia milionária com novo sistema da autarquia.



O sistema do Banco Central que permite a consulta de valores a receber de instituições financeiras deixou muita gente frustrada nas últimas semanas. Disponível desde o dia 14 de março, a plataforma pode promover a devolução de mais de R$ 8 bilhões a milhões de pessoas físicas e jurídicas.

Leia mais: Vai parcelar? Veja qual a melhor opção: PIX ou cartão de crédito

Muitos internautas se queixaram de ter apenas quantias irrisórias para retirar. “Valores a receber deixou na expectativa a minha avó por causa de um centavo”, escreveu um usuário nas redes sociais.

“Ninguém fecha conta no banco e deixa centenas de reais”, respondeu um segundo internauta.

Mas a situação não é bem essa para todo mundo. De acordo com o diretor de relacionamento, cidadania e supervisão de conduta do Banco Central, Mauricio Moura, um sortudo encontrou um valor milionário que nem sabia que existia.



Valor mais alto esquecido

Durante o V Fórum de Gestão Pública, promovido Faciap, em Curitiba (PR), Moura afirmou que uma pessoa física resgatou R$ 1,650 milhão em cotas de consórcio.

“Essa pessoa não sabia que tinha R$ 1,650 milhão em nome dela no sistema financeiro e graças ao Sistema Valores a Receber recuperou esse dinheiro. Era uma série de cotas de consórcio que tinha acabado”, detalhou.

“A grande maioria dos recursos é de valor pequeno. Afinal, pouca gente esquece muito dinheiro em uma conta bancária”, completou.




Voltar ao topo

Deixe um comentário