scorecardresearch ghost pixel



Inscrições para Benefício de R$ 500 terminam neste domingo, 13

Programa da assistência social destinado a brasileiros que possuem baixa renda.



Programa de assistência social bastante conhecido, a Bolsa do Povo foi criada com o intuito de beneficiar mais de 500 mil pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. A meta do programa é atingir um marco de 2 milhões de beneficiários.

Veja também: Últimos dias: Cadastro no Bolsa do Povo de R$ 500 termina no domingo

Criada através de uma lei, a Bolsa engloba projetos na área de assistência social, trabalho, qualificação profissional, saúde, educação, entre muitos outros. Atualmente, brasileiros que são microempreendedores ou desempregados que atuam no mercado informal podem se cadastrar no programa.

No estado de São Paulo, a expectativa é de atender cerca de 100 mil pessoas, e a prioridade são grupos que possuem baixa renda, pretos, pardos, indígenas, mulheres e jovens com idade entre 18 e 35 anos, além de pessoas com deficiência.



Mas afinal, como aderir ao programa?

Para fazer parte do programa é fácil, basta preencher alguns requisitos: morar no estado de São Paulo, ser alfabetizado, ter idade igual ou superior a 18 anos e estar incluso em uma das três categorias de emprego: informal, desempregado ou MEI.

Além disso, os interessados em participar do programa têm até o dia 13 de março de 2022 para concorrer a uma vaga e receber o benefício de R$ 500 durante seis meses.

Objetivo do programa

O programa, criado pelo Governo de São Paulo, tem o objetivo de fazer com que os bolsistas deem apoio às equipes gestoras das FATECS (Faculdades de Tecnologia do Estado) e das ETECS.

Além do mais, a Bolsa tem o intuito de amenizar o impacto econômico causado pela covid-19, possibilitando a aproximação das famílias com as escolas, fortalecendo o vínculo e gerando benefícios.



Quem pode participar do programa?

Os interessados em participar do programa da Bolsa do Povo devem obrigatoriamente:

  • Ter idade entre 18 e 59 anos;
  • Estar empregado há pelo menos três meses;
  • Ser responsável legal por um aluno ETEC ou FATEC;
  • Não possuir comorbidades ligadas à covid-19;
  • Residir na cidade onde fica a unidade que pretende ser bolsista.

Como se inscrever no programa?

Para se inscrever é fácil, basta o candidato acessar o site da Bolsa do Povo. As entrevistas acontecerão no dia 21 de março com o diretor responsável pela unidade. A previsão é que os resultados sejam disponibilizados entre os dias 21 e 31 de março.

Vale ressaltar ainda que ao todo são 2.368 bolsas, que estão divididas por todas as ETECS e FATECS, e a expectativa é que cada unidade do Centro Paula Souza tenha pelo menos quatro bolsistas.




Voltar ao topo

Deixe um comentário