scorecardresearch ghost pixel



Pais solteiros ainda podem ter Auxílio Emergencial a receber

Os valores do Auxílio Emergencial começaram a ser pagos aos pais de família em janeiro deste ano. Aprenda a consultar quem tem direito ao benefício.



Os pais solteiros ou chefes de família ainda podem ter valores a receber do Auxílio Emergencial. Para ter direito é preciso criar os filhos sozinho. O pagamento do governo federal foi dividido em cinco parcelas. O valor de cada uma delas é de R$ 600.

Leia mais: Como declarar FGTS e saque-aniversário no Imposto de Renda 2022

O pagamento aos pais foi garantido por meio da uma Medida Provisória publicada em dezembro do ano passado. Ao todo serão destinados mais de R$ 4 bilhões ao pagamento do benefício retroativo.

Pais solteiros

Pela MP, a proposta é equiparar os valores recebidos pelas mães. Ou seja, para que os pais que criam os filhos sozinhos também tenham o Auxílio Emergencial que ajudou tantas famílias em todo o país.



Para saber se tem direito ao benefício, os homens devem consultar por meio do site ou aplicativo do Auxílio Emergencial. Os critérios de seleção incluem as famílias que estavam no Bolsa Família em abril de 2020. Além disso é exigido o Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

Outra forma de garantia é que o pai solteiro esteja desempregado. Além disso, a renda mensal tem que ser de até meio salário mínimo por pessoa da casa. Ou ainda três salários mínimos para toda a família.  Todas as regras podem ser conferidas por meio do aplicativo ou site do Auxílio Emergencial.

De acordo com o governo federal, é importante considerar que não se trata de novos pagamentos do Auxílio Emergencial. E sim de repasses retroativos. Os pagamentos estão sendo feitos por meio da Caixa Econômica Federal. A primeira parcela foi paga no mês de janeiro deste ano.




Voltar ao topo

Deixe um comentário