scorecardresearch ghost pixel



IR 2022: confira novas regras para declarar poupança

Mesmo isenta de imposto, o contribuinte tem que declarar a poupança no imposto de renda. Atenção para o grupo e código definidos pela Receita Federal.



Todos os cidadãos obrigados a declarar o Imposto de Renda e que tenham uma poupança precisam fornecer as informações da conta para a Receita Federal. Apesar disso, vale lembrar que a poupança é isenta de imposto. Veja como declarar esse investimento no seu Imposto de Renda.

Leia mais: Governo quer concluir a entrega dos cartões do Auxílio Brasil até dezembro

Diferentemente de outros tipos de investimentos, os contribuintes não precisam pagar tributos pela poupança. Mas isso não elimina a necessidade de declarar a conta. E essa é a grande confusão por parte de muitos brasileiros. Então, veja como é simples declarar.



 

Declarar a poupança no IR

Antes de tudo, a Receita Federal exige que sejam declarados os saldos acima de R$ 140. Então, se esse for o seu caso, é só ir na opção “Bens e Direitos”.

No sistema da Receita, o código da poupança é o “Grupo 4 – Aplicações financeiras”. Depois disso o contribuinte deve clicar no código 1, onde aparece o destaque “Depósito em conta poupança”. O próximo passo é clicar em “Novo”. O sistema da Receita Federal vai questionar se a poupança é do titular da declaração ou de um dependente. Veja qual é o seu caso.

Em seguida é preciso indicar o país onde o contribuinte está e preencher as demais informações sobre o banco da conta poupança. A etapa seguinte diz respeito aos valores. Você deve indicar o saldo na conta entre dezembro de 2020 e o mesmo mês em 2021. Ou seja, no período de ano-base da declaração atual do Imposto de Renda.



 

Por ser isenta de imposto, após fornecer tais informações, o contribuinte precisa seguir outra etapa para declarar a poupança no IR. É também na aba “Bens e Direitos”, só que desta vez na opção “Rendimentos isentos”. O contribuinte vai clicar em “Rendimentos associados” e informar os rendimentos da poupança.

O mesmo processo precisa ser repetido para todas as poupanças, caso o contribuinte tenha mais de uma, inclusive dos dependentes. Lembrando que o prazo para a declaração do Imposto de Renda termina em 31 de maio.




Voltar ao topo

Deixe um comentário