scorecardresearch ghost pixel



Quem não está no Auxílio Brasil pode pegar o empréstimo consignado?

Caixa Econômica Federal lança linha de crédito consignado para beneficiários do programa de transferência de renda.



A Caixa Econômica Federal anunciou na última segunda-feira, 28, detalhes sobre sua nova linha de crédito consignado para beneficiários do Auxílio Brasil. Durante uma transmissão ao vivo, o presidente do banco, Pedro Guimarães, tirou algumas dúvidas sobre a novidade.

Leia mais: Auxílio Gasolina já está valendo? Veja o que será preciso para receber o benefício

O empréstimo vai funcionar como já funciona o dos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). As parcelas serão descontadas direto do benefício do contratante, praticamente zerando as chances de inadimplência.



Ainda não há data para que a linha chegue ao mercado, mas a expectativa é que isso ocorra no mês de abril. O que falta agora é apenas a publicação das regras pelo Ministério da Cidadania.

Quem não está no programa poderá solicitar?

Sobre a possibilidade de cidadãos que ainda não fazem parte do Auxílio Brasil solicitarem o consignado, foi confirmado que não existirá. Como o desconto da dívida é feito na folha de pagamentos do programa, quem está de fora não poderá solicitar o empréstimo.

Segundo o presidente da Caixa, essas pessoas podem contar com outra linha de crédito disponível no aplicativo Caixa Tem. No entanto, ela não funciona nos mesmos moldes do consignado e tem taxas de juros mais elevadas.



Margem consignável

Os beneficiários do Auxílio Brasil poderão comprometer até 40% do valor do benefício com crédito consignado. Se essa regra também for semelhante a aplicada aos segurados do INSS, o limite será de 35% para contratação de empréstimos e 5% para uso do cartão de crédito.

Isso significa que uma família que ganha R$ 400 por mês poderá usar até R$ 160 para quitar o empréstimo ou cartão. Dessa forma, ela continuaria recebendo R$ 240 por mês até pagar o total da dívida.




Voltar ao topo

Deixe um comentário