scorecardresearch ghost pixel



Trabalhadores demitidos têm direito ao Auxílio Brasil?

Os trabalhadores demitidos podem ter acesso ao Auxílio Brasil. Porém é preciso se encaixar nas regras do programa.



O Auxílio Brasil tem sido a única fonte de renda para milhares de famílias brasileiras. Hoje mais de 18 milhões de pessoas recebem todos os meses o benefício do governo federal. Os trabalhadores que foram demitidos também têm direito, mas é preciso seguir alguns critérios.

Leia mais: 3 ERROS que fazem seu empréstimo Caixa Tem ser negado

O primeiro ponto a ser analisado é se o trabalhador demitido ainda recebe o seguro-desemprego. Se a resposta for sim, então ele não poderá ter acesso ao Auxílio Brasil. Pelo menos enquanto receber o dinheiro do seguro.

Auxílio Brasil para demitidos

Pelas regras do programa tem direito ao Auxílio Brasil quem não tem nenhuma fonte de renda declarada. Além disso é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).



O programa social é direcionado para as famílias que vivem em situação de pobreza ou extrema pobreza. Assim, ao receber o seguro-desemprego, a família não tem acesso ao Auxílio Brasil. Isso acontece porque o seguro paga, pelo menos, um salário mínimo. E esse valor se torna incompatível ao limite de renda estabelecido pelo programa.

Por outro lado, os trabalhadores demitidos podem entrar com o pedido do Auxílio Brasil depois do período do seguro-desemprego. Claro que só vale para aqueles que não conseguirem um novo emprego.

Além disso, tem direito ao Auxílio Brasil os demitidos que não recebem nenhum seguro-desemprego. É o caso dos trabalhadores informais, como freelancers, diaristas e outros que não se encaixam no vínculo empregatício.

De qualquer forma é obrigatório apresentar o registro de renda mensal, que não pode passar de R$ 200 por pessoa da casa. A orientação é procurar uma unidade do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) para se inscrever no Cadastro Único.

Depois disso, o Ministério da Cidadania avalia a real situação da família para direcionar os benefícios de acordo com a necessidade de cada grupo.




Voltar ao topo

Deixe um comentário