scorecardresearch ghost pixel



Crédito de até R$ 1.000 liberado por Bolsonaro: Quem pode solicitar?

Programa de microcrédito do governo promove a formalização de pequenas atividades e contribui para o empreendedorismo popular.



O presidente Jair Bolsonaro (PL) liberou a solicitação de um crédito no valor de até R$ 1 mil para pessoas físicas que querem empreender ou dar início a alguma atividade para ganhar dinheiro. O serviço é oferecido pelo Programa de Simplificação de Microcrédito Digital para Empreendedores (SIM Digital).

Leia mais: Novo grupo recebe o FGTS de até R$ 1.000 nesta quarta; Veja quem pode sacar

A modalidade funciona de forma 100% digital e possui uma das melhores taxas de juros do mercado. Elas começam em 1,95% ao mês, com prazo de pagamento de até 24 meses. Além disso, outro ponto positivo é que negativados podem solicitar, pois ele é livre de burocracias.



Como solicitar?

A contratação é feita pelo aplicativo Caixa Tem. Tudo bem rápido e simples. Basta abrir ou atualizar uma conta poupança social para a conta Poupança Digital+. Feito isso, a Caixa fará uma análise de crédito que pode levar até 10 dias. Caso o cadastro seja aprovado, a pessoa poderá solicitar o empréstimo.

Essa opção estará disponível na aba “SIM Digital – Crédito CAIXA Tem“. Basta clicar e seguir com as etapas da solicitação. Depois que o dinheiro é contratado, ele é depositado diretamente na conta Poupança Digital+. Para pagar as parcelas, basta o usuário depositar o valor na data programada.



Medida beneficia MEIs com limite de até R$ 3 mil

Além do grupo de pessoas físicas, quem é Microempreendedor Individual (MEI) também pode aproveitar para ampliar o negócio por meio do SIM Digital. Neste caso, as regras para o grupo são um pouco diferentes, apesar da mesma finalidade: investir no empreendedorismo popular.

A começar pelas taxas de juros, que são a partir de 1,99% ao mês, e o limite, que pode chegar a R$ 3 mil. O prazo para pagar também vai até 24 meses e negativados podem solicitar. A forma de solicitação muda, neste caso, ela acontece apenas de forma presencial em agências da Caixa.




Voltar ao topo

Deixe um comentário