scorecardresearch ghost pixel



Cuidado! Saiba quais alimentos grávidas devem evitar a todo custo

Dar à luz uma criança é um processo mágico e incrível. Porém a gravidez exige certos cuidados, sendo que a grávida não pode comer uma série de alimentos; conheça os principais deles.



A gravidez é uma condição muito desejada e aguardada pelas mulheres em qualquer parte do mundo. Contudo, carregar um bebê em desenvolvimento dentro do corpo é uma tarefa que exige certos cuidados. Afinal, todas as mães querem que seu filho ou filha nasça de maneira saudável e sem transtornos no processo. Por isso, é importante cuidar da alimentação e saber quais alimentos a grávida não pode comer.

Veja também: Alerta! Não tome ibuprofeno com os seguintes remédios

Quais alimentos a grávida não pode comer

Primeiramente, lembre-se de durante a gravidez é necessário manter uma dieta rica em energia e em bons nutrientes. Afinal, o corpo da mãe sofre severas alterações e precisa fornecer muitos nutrientes para o pequeno bebê que está sendo formado. Mais do que nunca, é hora de prezar pela qualidade.



Praticamente qualquer alimento pode ser ingerido, desde que respeitadas as proporções ideais e com bastante moderação. Ainda assim, existem alguns itens que precisam passar longe das futuras mamães. Alguns deles podem causar má-formação nos embriões e até provocar o aborto.

Lista de alimentos uma mulher grávida não pode comer:

1 – Bebidas alcoólicas: existem evidências de sobra na ciência para alertar as mães a não ingerir bebida alcoólica em nenhuma quantidade. O álcool pode prejudicar decisivamente o desenvolvimento da criança;

2 – Cafeína: deixar o cafezinho de lado é uma tarefa complicada, mas precisa ser feita pelas grávidas. A cafeína pode fazer com que a mulher enfrente uma série de problemas, incluindo o abordo espontâneo. Tome cuidado, pois ela está presente em refrigerantes, chás e energéticos.



3 – Fígado e derivados: por conter alta concentração de vitamina A, este é um dos alimentos que a grávida não pode comer. Converse com o seu médico sobre isso.

Lembre-se de sempre se alimentar de ingredientes saudáveis, de preferência naturais e orgânicos. Tome bastante água e siga sempre as orientações do seu obstetra. O médico sempre deve ser a pessoa que vai orientar a grávida em suas decisões, inclusive sobre a alimentação adequada.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário