scorecardresearch ghost pixel



Diabete gestacional está aumentando: quais os riscos para as grávidas?

A diabetes tipo 2 é uma doença associada aos maus hábitos alimentares e quando ocorre durante a gestação passa a apresentar um quadro de gravidez mais arriscado, necessitando de cuidados especiais.



A diabete gestacional é do tipo DM2 e se manifesta especificamente no início da fase de crescimento de uma criança no útero da mãe. É possível que a crise cesse após o final do período de lactação, mas o risco da mulher de desenvolver a patologia futuramente aumenta de maneira considerável. Além disso, a cesárea pelas chances altas do bebê nascer grande ou um parto guiado antes dos 8 ou 9 meses, deixa o pequeno suscetível a problemas no desenvolvimento. 

Veja também: Alimentos que prejudicam a memória: veja quais são

De acordo com um estudo da Northwestern University esse incidente patológico cresceu de 47,6 para 63,6 a cada 1000 nascidos vivos de 2011 a 2019. A observação tem preocupado os especialistas, porque é uma ocorrência persistente e que transmite uma negligência ligada à saúde materna. Nos Estados Unidos os pesquisadores envolvidos na pesquisa consideraram os acontecimentos como sendo dignos de uma intervenção pública. 



Nessa história as crianças sofrem as consequências de algo que não puderam escolher

O recém-nascido está diretamente ligado ao corpo da geradora, recebendo estímulos de praticamente todas as atitudes, não é à toa que os médicos recomendam seguir uma dieta equilibrada, exercícios leves, afastar-se de drogas e do estresse. A diabetes na gestação consegue gerar problemas cardiopulmonares e obesidade na infância, levando em conta a própria condição diabética e complicações precoces. 

O maior complicador e que agrava a diabete gestacional é o sobrepeso que também soma-se à incidência de pressão alta, problemas circulatórios e distúrbios hormonais. Para encontrar uma solução, entende-se a relevância de encontrar a causa dessa falta de acesso ao bem estar. Com o objetivo de mudar a rotina, considere trabalhar a sua autoestima, consumir bons alimentos, praticar atividade física e equilibrar trabalho com lazer. 




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário