scorecardresearch ghost pixel



Disparou: gasolina é vendida a R$ 10 e etanol a R$ 7 após terceira alta consecutiva

Nova alta nos preços dos combustíveis assusta os consumidores e deixa o litro da gasolina na casa dos dois dígitos.



O aumento nos preços dos combustíveis voltou a surpreender os consumidores brasileiros. O último Índice de Preços Ticket Log (IPTL) mostrou que o litro da gasolina foi vendido a uma média de R$ 7,55 nos primeiros dias de maio, 0,7% mais caro que na última semana de abril.

Leia mais: Como fica o frete dos caminhoneiros após altas do diesel? Veja o que Bolsonaro mudou

O etanol também seguiu a tendência de disparada, com alta de 3,69% nos postos do país. Na primeira semana deste mês, o biocombustível custou, em média, R$ 6,15 o litro.

“Se compararmos o valor atual com o fechamento de 2021, já estamos pagando 9,5% a mais pela gasolina em 2022 e 6,5% mais caro pelo litro do etanol”, explica Douglas Pina, Diretor-Geral de Mainstream da Divisão de Frota e Mobilidade da Edenred Brasil, dona da Ticket Log.



Recortes

O maior preço para a gasolina foi encontrado em um município do Acre, e o mais baixo em uma cidade de São Paulo. O posto com o etanol mais caro estava no Rio Grande do Sul, enquanto o mais barato ficava ou outro município paulista. Veja os dados:

Gasolina

  • Mais cara (R$ 10,553): Marechal Thaumaturgo (AC)
  • Mais barata (R$ 6,585): Sebastianópolis do Sul (SP)

Etanol

  • Mais caro (R$ 7,546): Bagé (RS)
  • Mais barato (R$ 4,692): Bocaina (SP)

No recorte por estado, o aumento mais expressivo da gasolina ocorreu na Bahia (5,16%), com o litro passando de R$ 7,36 para R$ 7,74. Já a unidade federativa com a maior média segue sendo o Piauí, onde o derivado de petróleo custa R$ 8,17 (alta de 0,29%).



Em cinco estados, houve redução no valor da gasolina. São eles: Rio Grande do Norte (-1,28%); Pernambuco (-0,51%); Maranhão (-0,21%); Alagoas (-0,13%); e Tocantins (-0,12%).

Etanol

A pesquisa não registrou queda no preço do etanol em nenhum estado brasileiro. O estado com o aumento mais expressivo foi o Ceará (9,56%), de R$ 6,13 para R$ 6,71 o litro. Por sua vez, o Pará tem o maior preço encontrado, de R$ 6,76.

“De acordo com o levantamento da Ticket Log, os acréscimos no preço do etanol já refletem na análise do combustível mais vantajoso para abastecimento e, nesses primeiros dias do mês, o combustível se apresentou como opção mais favorável apenas para dois estados do país, Goiás e Mato Grosso, diferentemente do mês passado, que chegou a cinco”, afirmou Pina.




Voltar ao topo

Deixe um comentário