scorecardresearch ghost pixel



Novo RG: Qual será o 1º estado a emitir a nova carteira de identidade?

Veja qual estado brasileiro pode receber em primeira mão o documento atualizado e com as novas características definidas pelo governo.



O novo RG ou RG Único – documento que substitui  a atual carteira de identidade – será emitido em breve. E um estado brasileiro é cotado para ser o primeiro dentre todas as demais unidades federativas a liberar o documento aos cidadãos em primeira mão. Saiba mais a seguir

Leia mais: Novo RG substitui o CPF e o passaporte? Entenda as mudanças

O Estado de Goiás antecipou sua parceria com o governo federal e deve ser o primeiro da federação a oferecer o RG Único. O motivo para que isso ocorra tem a ver com um acordo firmado entre o Ministério da Economia e as secretarias estaduais de Segurança Pública (SSP-GO) e de Desenvolvimento e Inovação (SEDI-GO) de Goiás.

Por meio de um termo de cooperação técnica está prevista a integração da base de dados do Registro Geral ao portal Gov.br. Na prática, ele permite que os órgãos goianos acessem a API do site de serviços do governo para liberar a emissão da nova carteira de identidade. A certificadora digital Valid é a empresa encarregada em estabelecer as conexões via API.



Definição do novo padrão QR

Para começar a emitir o novo RG, o governo de Goiás aguarda a definição do novo padrão de QR Code, atualmente sob os cuidados da Câmara Executiva Federal de Identificação do Cidadão (Cefic). A mudança deve ficar pronta nas próximas semanas, possibilitando assim a criação do documento pelo instituto de identificação.

O QR Code carregará dados e informações importantes para a autenticação do documento. Ele virá no verso do RG Único. É válido ressaltar que todo e qualquer serviço público que migrar para o Gov.br precisa seguir as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Sobre a emissão nos demais estados brasileiros, a previsão é que até o dia 6 de março de 2023 os órgãos responsável pelo documento já estejam adequados e operando de acordo com as novas regras. Lembrando que o novo RG tem validade nacional e utiliza o CPF para reconhecimento do indivíduo.




Voltar ao topo

Deixe um comentário