scorecardresearch ghost pixel



Valor extra do FGTS: 7 grupos recebem até R$ 1.000 em maio

Dinheiro é depositado em conta poupança social digital, com movimentação pelo aplicativo Caixa Tem. Cada CPF pode sacar até R$ 1 mil.



O saque extraordinário do FGTS segue com o cronograma de pagamentos a todo o vapor em maio. Só este mês, nada menos que sete grupos de trabalhadores poderão movimentar até R$ 1 mil retirados de contas ativas ou inativas. O objetivo do governo é injetar mais recursos na economia.

Leia mais: Saque-aniversário do FGTS: veja como fazer a migração para a modalidade

Os saques tiveram início no dia 20 de abril e seguem com datas agendadas até o dia 15 de junho. O calendário foi organizado conforme o mês de nascimento do trabalhador. Este mês, recebem os aniversariantes de março, abril, maio, junho, julho, agosto e setembro.



Calendário saque extraordinário do FGTS

Veja a seguir o cronograma completo de pagamento dos benefícios:

Mês de nascimento Data de depósito no Caixa Tem
Janeiro 20 de abril
Fevereiro 30 de abril
Março 04 de maio
Abril 11 de maio
Maio 14 de maio
Junho 18 de maio
Julho 21 de maio
Agosto 25 de maio
Setembro 28 de maio
Outubro 1º de junho
Novembro 08 de junho
Dezembro 15 de junho

Na última quarta-feira, 11, cerca de 3,7 milhões de trabalhadores nascidos em abril tiveram o acesso ao dinheiro do FGTS liberado. Eles se juntaram aos trabalhadores de janeiro, fevereiro e março, que já haviam recebido a autorização previamente.

No próximo sábado, 14, será a vez dos aniversariantes de maio, seguidos pelos nascidos em junho e julho, que recebem nos dias 18 e 21, respectivamente. Quem nasceu em agosto e setembro só terão acesso ao saque emergencial do FGTS nos dias 21 e 28 deste mês, respectivamente.



 Como sacar o valor extra do FGTS?

O crédito do FGTS será depositado automaticamente pela Caixa Econômica Federal. O trabalhador não precisa fazer nada para solicitar o dinheiro. Isso porque a estatal vai retirar o valor de até R$ 1 mil no fundo e enviá-lo para a conta poupança social digital aberta em nome do trabalhador.

A partir daí, com o dinheiro na conta, o trabalhador poderá movimentar os recursos por meio do aplicativo Caixa Tem.

Dá para usar dinheiro no pagamento de boleto, transferências bancárias (incluindo o PIX), além de transações em maquinhas (via QR Code). Um cartão de débito virtual do Caixa Tem também é oferecido para a movimentação do FGTS.

Para saber o quanto vai receber pelo benefício, basta o trabalhador acessar o aplicativo FGTS.




Voltar ao topo

Deixe um comentário