scorecardresearch ghost pixel



INSS: contribuição de 11% dá direito à aposentadoria?

Entenda como funcionam as alíquotas das contribuições do INSS e veja qual delas atende da melhor forma seus planos de aposentadoria.



Muitas pessoas têm dúvida sobre o quanto pagar de INSS todos os meses. Mas o que parece ser complicado, na verdade, é algo bem simples e fácil de entender. O fato é que existem diferentes alíquotas de de contribuição, sendo de 20%, 11% e 5%. Acima de tudo, elas devem estar em sincronia com seus planos pra a aposentadoria.

Leia mais: Aposentados podem antecipar o 14º salário do INSS em 2022? Descubra aqui!

Hoje em dia, existem dois tipos de contribuintes do INSS, o obrigatório, também conhecido com contribuinte individual, e o facultativo, que é aquele que não exerce atividade remunerada formal. Basicamente, está e a principal diferença entre eles. Agora vamos entender a seguir as características da contribuição de 11%, tópico deste artigo.



Quem pode pagar a alíquota de 11%?

Basicamente, a alíquota de 11% é destinada ao contribuinte que não presta serviço e não possui relação de emprego com pessoa jurídica. Esse tipo de contribuição permite o recolhimento de 11% sobre o salário mínimo ao passo que garante ao contribuinte o acesso a todos os benefícios do INSS.

Ao pagar esta alíquota, o cidadão não tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição. No entanto, caso ele se arrependa e queira complementar a contribuição para ter uma aposentadoria acima do salário mínimo, a migração é possível.

Portanto, respondendo o questionamento principal: a resposta é sim. É possível se aposentar pelo INSS contribuindo com 11% do salário mínimo.



E as alíquotas de 5% e 20%?

Nos demais casos, a alíquota de 5% é destinada às donas de casa, àqueles que não possuem renda própria e que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico).

Já a contribuição com alíquota de 20% é destinada ao contribuinte individual ou facultativo que deseja obter a aposentadoria por tempo de contribuição ou que planeja conquistar uma aposentadoria por idade com o valor de benefício acima de um salário mínimo.




Voltar ao topo

Deixe um comentário