scorecardresearch ghost pixel



iPhone está barato? Tenha cuidado! Saiba modelo mais ofertado em golpes

Fique atento com golpes na internet que utilizam anúncios e sites falsos alegando que o “iPhone está barato”. Veja quais são os golpes mais comuns envolvendo o aparelho.



Quando a esmola é demais, até o santo desconfia. Você já ouviu esse ditado pelo menos uma vez na vida, mas saiba que ele pode ser aplicado com frequência. Por isso, sempre que vir algum anúncio de produto extremamente barato, vale a pena acender a luz de alerta e desconfiar sobre a veracidade dos fatos

Veja também: Em 10 anos, os novos iPhones podem chegar a R$ 80 mil

Se o iPhone está barato, cuidado, ele é um objeto que muita gente quer ter e, por isso, também é o alvo predileto dos golpistas.



O iPhone está barato? Desconfie do anúncio na internet

Segundo um levantamento divulgado pela plataforma de vendas OLX, os aparelhos da Apple somam 70% do volume de golpes aplicados em anúncios de celulares. Normalmente, os criminosos baixam cerca de 15% o valor do produto para atrair as vítimas. Dessa maneira, a pessoa acha que está comprando um iPhone barato, mas está apenas dando dinheiro para outra pessoa.

Por isso, a regra é clara: se o iPhone está barato, preste muita atenção na venda e não confie em qualquer um. Atualmente, estima-se que o prejuízo gerado pelos golpes no comércio eletrônico tenha superado os 39 milhões de reais apenas no primeiro trimestre do ano.

Celulares são os aparelhos mais usados para atrair as vítimas, seguidos por videogames e computadores.

Anúncio em que o iPhone 11 está barato é o mais comum

Se no anúncio onde o iPhone está barato aparecer o modelo de geração 11, tenha cuidado redobrado! A lista dos celulares mais utilizados pelos golpistas traz os seguintes aparelhos:

1º – iPhone 11;

2º – iPhone XR;

3º – iPhone 8 Plus;

4º – iPhone 12 Pro Max;

5º – iPhone 11 Pro Max.

Seguindo os mesmos dados da pesquisa da OLX, as principais vítimas de golpes são homens de até 31 anos.

Geralmente, os fraudadores utilizam sites falsos para fazer compra, anúncio falso ou compra confirmada falsa (neste caso, o golpista pega o produto sem depositar o dinheiro).

Fique atento e:

  • Nunca clique em links suspeitos;
  • Jamais forneça dados fora da plataforma de vendas oficial;
  • Verifique a URL do site;
  • Pesquise antes de comprar;
  • Leia os comentários.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário